São Francisco: roteiro de 4 dias e dicas para explorar a cidade!

Golden Gate São Francisco

São Francisco, na Califórnia, é uma cidade vibrante e de clima ameno o ano todo. Além dos tradicionais pontos turísticos como a Golden Gate, a prisão de Alcatraz, ou os antigos bondinhos, passear pelos bairros da cidade também é um programão!
Neste post, reuni os passeios que fizemos e algumas dicas para você programar sua viagem para São Francisco.

Dia 1: Ferry Building Market, Alamo Square e Painted Ladies 

Chegamos perto da hora do almoço e seguimos para o Ferry Building Market, um lugar que favoritamos em São Francisco.

Ferry Building Market - São Francisco
Ferry Building Market - São Francisco

Passeamos e almoçamos no mercado, depois pegamos um transporte público (leia no final do post - como se locomover) para a Álamo Square, que infelizmente estava fechada para revitalização. Mas deu para conhecer e fotografar as famosas Painted Ladies, um conjunto de casas do final do século XIX e início do século XX. Este é dos cartões postais mais manjados da cidade.

Painted Ladies - São Francisco

Painted Ladies - São Francisco

Para chegar até lá, descemos em algum ponto da Fell Street em Hayes Valley, para conhecer um pouquinho do bairro que não chega a ser turístico, mas tem charme e é muito interessante para conhecer o estilo de vida local. A Hayes Street é uma boa rua para passear e continuar até a Alamo Square.
Hayes Valley - São Francisco
Hayes Valley - São Francisco

Depois de tanto bater perna, voltamos ao hotel e à noite fomos lanchar no Super Duper Burger, dica do blog Ideias na Mala. Aliás, este blog tem muita informação útil e imparcial sobre a Califórnia! (#amo)

Dia 02: Vale do Sonoma, Golden Gate e Lombard Street

Para quem não vai dormir no Vale do Napa ou Sonoma, recomendo fortemente fazer um bate-volta! É perto, a estrada é ótima e, de quebra, dá para atravessar a famosa Golden Gate. Aliás, é preciso pagar uma taxa no site pois não há cabines de cobrança do pedágio. A taxa pode ser paga antecipadamente (Pay in advance) ou logo depois de atravessar (recent toll crossing) neste site.
Golden Gate - São Francisco

Agendamos uma visita à Buena Vista Winery. Chegamos cedo e resolvemos dar um pulinho em Napa, o que acabou se revelando uma perda de tempo, porque não conseguimos ver quase nada e voltamos em cima da hora para nossa visita.

vinícola - Vale do Sonoma - Califórnia

Após visitarmos a vinícola, que relatei neste post, fomos almoçar no centro de Sonoma, uma fofura de cidadezinha! Enrolamos um bocado lá, até estarmos aptos a pegar a estrada de novo, afinal a lei seca é bem rígida na Califórnia.
No caminho de volta para São Francisco, paramos em um mirante em Marin Headlands, para ver e fotografar a linda Golden Gate e depois devolvemos nosso carro próximo à Lombard Street. Aproveitamos para conhecer a rua mais cheia de curvas do mundo. Como a Lombard Street se tornou uma atração turística, é preciso esperar em uma fila para descer de carro por ela. Mas dá pra subir a pé pelas escadas laterais e a vista compensa!


Lombard Street - São Francisco

Á noite, jantamos em um restaurante próximo ao hotel. Nesta região há várias opções, desde hamburguerias, restaurantes econômicos, ou mais sofisticados.

Dia 03: Cable Car, Ghiraldelli Square e Pier 39

Começamos o dia encarando a fila do Cable Car. Definitivamente não recomendo como meio de transporte na alta temporada (além do que o passe único custa 7 dólares). Mas fizemos um trajeto, pela experiência, pois não deixa de ser um passeio típico, apesar de quase 2 horas na fila!

Cable Car - São Francisco

Descemos na Ghiraldelli Square e conhecemos a chocolateria (delícia!!). Um expresso e algumas barrinhas depois, já tinha energia para andar muuuito.

Ghiraldelli Square - São Francisco

Seguimos até próximo ao forte Mason, passamos pela praia em frente ao Museu Marítimo, onde algumas pessoas nadavam apesar do gelo da água, mesmo no verão. Seguimos para o Aquatic Park Pier, que tem uma vista muito bonita da baía. E com uma câmera com bastante zoom, dá pra ver até a famosa Prisão de Alcatraz.

Aquatic Park Pier - São Francisco

Aquatic Park Pier - São Francisco

De lá, seguimos caminhando até o Pier 39, lugar mais lotadão de São Francisco. Escolhemos um restaurante chamado Capurro. Gostei, mas nada espetacular.

Pier 39 - São Francisco

Saindo de lá, fomos ao Mechanic Museum, que achei meio "pega-turista" (vou explicar mais adiante). No Pier há muitas atrações, opções de comidas, lojas, diversões, brinquedos, etc...

Pier 39 - São Francisco


Pier 39 - São Francisco

Mas o que mais chama a atenção são os leões marinhos. Eles ficam sobre "balsas" e de vez em quando, algum deles resolve brigar por território. Aí é um tal de um macho empurrar outro na água, e o outro subir de volta e tentar recuperar o espaço... Fica uma galera em volta, meio que "torcendo". Achei meio engraçado! As crianças adoram ver estes bichos de perto!

Pier 39 - São Francisco

Depois de tudo isso, ainda tivemos coragem de pegar um ônibus até o bairro Mission, para procurar uma cervejaria artesanal. Mas o endereço provavelmente havia mudado e ninguém sabia nos informar, então desistimos e voltamos para o hotel. Depois de um dia tão cheio, jantamos novamente perto do hotel.


Dia 04: Ferry Building Market, Pier 14 e Union Square

Já era dia de partir! Caminhamos até o Ferry Building Market onde almoçamos, fizemos algumas comprinhas e depois passeamos no Pier 14, que tem uma vista super linda do Ferry Building, do Embarcadero e do Financial District - dois bairros próximos.

Ferry Building Market - São Francisco


Ferry Building Market - São Francisco

Finnancial District- São Francisco

Voltamos ao hotel para um banho, antes do check out. Deixamos nossas malas e fomos passear na Union Square. Na Macy's, subimos até o último andar, onde fica a CheeseCake Factory, para um "pedacinho" de Red Velvet.

Union Square - São Francisco

Voltamos pegar nossas malas e o shuttle para o aeroporto (18 dólares por pessoa), de onde sairia nosso voo para Fort Lauderdale.

Onde se Hospedar em São Francisco

Antes de você começar a pesquisar hotéis em São Francisco, é melhor eu te dar a triste notícia: os hotéis são caros! Sabe aquela história de "ah... como é barato viajar pelos Estados Unidos"? Então... isso não vale pra muitos lugares da Califórnia!
Passado o susto que você vai levar em suas primeiras pesquisas, é bom ter outra informação: há lugares em São Francisco que você não deve se hospedar. O principal é o Tenderloin, bairro que concentra o maior número de moradores de rua (e eles são muitos em São Francisco)! Evite o Tenderloin região e terá meio caminho andado!
Agora vamos falar da nossa experiência: depois de muita (mas muita mesmo) pesquisa, acabamos escolhendo o Touchstone, na Geary Street, próximo à Union Square - sem dúvida, um dos melhores lugares para ficar em São Francisco.
Touchstone Hotel - São Francisco
Foto: Booking
Apesar de ser avaliado no Booking com nota 7,3, nossa experiência foi ótima, especialmente pela localização. Fica próximo a mini mercados, quase vizinho a um Starbucks e a poucas quadras de uma unidade grande da Walgreens (cadê o emoji de coração?) na Sutter Street. Havia um setor com comidas prontas, com várias opções para café da manhã e lanches! Por falar nisso, a diária do Touchstone não inclui café! Há uma lanchonete anexa ao hotel que dá desconto para hóspedes, mas mesmo assim, achávamos mais econômico ir ao Starbucks ou Walgreens.
O quarto do Touchstone era pequeno, mas tinha o conforto necessário (apesar de não ter frigobar). Ao chegarmos, nos deparamos com protetor de ouvido no criado-mudo e fiquei imaginando que seria muito barulhento. Mas não notei nada de absurdo e acabamos nem usando! O atendimento também foi muito positivo, por isso eu recomendo este hotel. Mas creio que na baixa temporada, você tenha mais hotéis disponíveis. Outro bairro que gostaria de me hospedar é Hayes Valley. Achei um lugar super agradável e parece ser uma boa opção!
Para ver todas as opções do Booking em São Francisco clique aqui!


O que levar na mala

Um casaco, em qualquer época do ano, já que em São Francisco, venta muito o tempo todo! Então, mesmo que viaje no auge do verão, como nós fomos, é importante levar um agasalho que aguente vento. Durante os dias de verão com sol, costuma bastar um cardigan ou jaqueta jeans, mas a noite acaba pedindo um casaco. Acabei usando este "corta vento" da foto o dia inteiro, por isso ele aparece em tantas fotos (rsrs):

O que vestir São Francisco Califórnia

Para as crianças, no verão, um moleton é ideal! No inverno, as temperaturas caem, mas não muito. Uma curiosidade é que as temperaturas médias variam pouco durante o ano. Por exemplo: a média em Janeiro (mês mais frio) é de 10º, enquanto em julho (mês mais quente) é de 14º. (dá uma olhadinha nesse gráfico aqui!)

Como se Locomover em São Francisco

Se você pensa que vai ficar zanzando em São Francisco com aquele Cable Car antigo, é melhor saber que não é bem assim! A maior parte do ano, há filas grandes para esta atração, além do preço! Então é mais vantagem deixar para fazer apenas um trajeto e curti-lo como um passeio. Além disso, há poucas linhas que o Cable Car cobre.

Cable Car São Francisco Califórnia

O que mais utilizamos em São Francisco foi o transporte público, em especial o "metrô" que mais parece um ônibus elétrico, que anda sobre trilhos. Para saber mais sobre o transporte em São Francisco, veja esse post do Viaje na Viagem e o site do transporte municipal de São Francisco.

Alugar um carro é vantagem se você for fazer muitos bate-voltas, mas estacionar o carro na região central de São Francisco pode ser um problema. Na rua, há poucas vagas e os estacionamentos são caros. Como iríamos fazer um passeio até as vinícolas, ficamos com carro até o segundo dia, então pagamos apenas uma noite de estacionamento. Entrei em contato com o pessoal do hotel e eles nos indicaram um estacionamento próximo.

Alcatraz - compre ingresso com antecedência

Vacilei muito com nossa programação para São Francisco: o Léo queria conhecer a famosa prisão de Alcatraz. Por fim, quando chegamos na cidade, fui tentar comprar os ingressos, mas já estavam esgotados. A única alternativa seria comprar o City Pass, mas não teríamos tempo para ver outras atrações, então acabamos desistindo. O Léo ficou meio bravo, mas acabou perdoando. E, por fim, o máximo que conseguimos ver da prisão, usando todo o zoom da minha câmera, foi isso:
Alcatraz São Francisco Califórnia

Então, fica a dica: especialmente se for em alta temporada, não se esqueça de garantir os ingressos de Alcatraz ou outras atrações com antecedência. Você pode comprar pelo site da Ticket Bar, parceira do blog. 

Tourist Trap?

Acabamos caindo em uma situação meio "tourist trap", (tipo pegadinha do Malandro) no Pier 39: há um museu chamado Musée Mecanique, com uma placa enorme de "Free Entrance". Opa, é de graça a gente vai, né? Aí quando você entra com seu moleque curioso, descobre que pra ver as duas coisas mais bacanas do museu - um navio e um submarino - tem que pagar 20 doletas por adulto e 10 por criança para cada atração! Tirando isso, o acervo do museu tem vários jogos eletrônicos antigos (tipo o bisavô do XBox...) que operam com moedas.

Pier 39 São Francisco Califórnia

O Léo foi com o pai conhecer o Submarino Pampanito, e a visita foi interessante e tudo, mas não durou muito tempo pois o submarino balançava um pouco, causando enjoo. Apesar disso, o museu é bem avaliado no Tripadvisor.


Veja também outros posts sobre a Califórnia:

Roteiro de 15 dias pelo Arizona e Califórnia
Voando Low Cost nos Estados Unidos
Yosemite Park - o que fazer em 2 dias
Monterey a Big-Sur pela Highway 1
Califórnia: um paraíso da Craft Beer
Kings Canyon Park
Parque Nacional das Sequoias
Observando Baleias em Monterey
Vale do Sonoma
Carmel by the Sea


Planeje sua viagem para São Francisco!

Golden Gate São Francisco Califórnia

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking
Compre seu ingresso pela Ticket Bar e escape da fila

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, GOOGLE + e TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

Nenhum comentário

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo