Voando Low Cost nos Estados Unidos

Imagem: Pixabay

Depois de se popularizarem na europa, as empresas aéreas conhecidas como low cost ganham espaço em outros continentes. Nos estados unidos, há X empresas consideradas low cost como a Spirit, Frontier e Jet Blue e Southwest
Procurando voos de Fort Lauderdale para Las Vegas e de São Francisco para Fort Lauderdale, tratei de criar um alerta no Skyscanner e me inscrever no boletim do Melhores Destinos.
Já tinha ouvido falar da Frontier no blog Aprendiz deViajante, e também procurei reviews das companhias aéreas que me interessaram. 
Depois de muita pesquisa e muitos alertas, acabei comprando as passagens pela Frontier (para Las Vegas) e depois pela Jet Blue (de São Francisco). Posso avaliar os serviços e comparar as duas companhias. Mas antes, uma palavrinha sobre o conceito de low cost...

Voos low cost

A proposta das empresas de low cost, ou baixo custo é oferecer tarifas mais baixas, em troca de um serviço mais "básico". Muitas dessas companhias aéreas costumam cobrar à parte por qualquer coisa: despacho de malas, check in no balcão, escolha de assento, etc. Além disso, a quantidade de bagagem que se pode levar é bem limitada (há companhias que cobram por qualquer item levado!)
Outra coisa é que nem sempre voar nestas empresas significa que vamos pagar barato do vôo. Em alta temporada, e com pouca antecedência, o custo não vai ser exatamente baixo. E não é todo dia que aparecem promoções com vôos a 10 dólares ou até menos.  


Então, avalie bem se compensa o preço dessas companhias, porque pode acontecer de encontrar voos com preços similares em companhias mais tradicionais, em aeronaves com mais espaço entre as poltronas e serviço de bordo. 
Vou dar um exemplo: a Spirit tinha as menores tarifas e eu quase cheguei a comprar. E não foi o fato dela ter sido eleita uma das piores companhias aéreas do mundo, que me fez desistir da ideia! (na verdade, cheguei a ler alguns reviews de que era tranquilo voar com eles e etc...) Mas ao somar as taxas extra (você precisa pagar para escolher o assento, para mala, etc) o preço era praticamente o mesmo da Jetblue. Então, não tive dúvidas, e acho que fiz uma boa escolha.
Na dúvida, faça uma simulação, como se realmente fosse comprar a passagem, no site de cada companhia (cuidado para não finalizar a compra -não passe dados de seu cartão). Falo isso, pois nem sempre todas as tarifas aparecem no preço inicial, como é o caso do site da Spirit. Tente outras também, como a Southwest! (no nosso caso, esta Companhia não tinha bons preços nos voos que precisávamos).

Veja aqui todos os posts sobre os Estados Unidos

Frontier

O vôo partiu na hora (atrasou poucos minutos) e os assentos tinham espaço razoável entre as poltronas. Os atendentes, em geral, eram muito simpáticos e passavam vendendo salgadinhos, refrigerantes, lanches. A única coisa grátis no voo era água.
No valor da passagem, foi liberado pra levarmos, sem custo adicional um personal item (bolsa, pasta ou pequena mochila) medindo até  45,7 x 20,3 x 35,6
Para bagagem de mão e malas despachadas, é preciso pagar à parte, e as medidas são as seguintes:
- carry on (mala de mão) de 25,4 de profundidade, 40,6 de largura e 61 de comprimento (números quebrados porque no site estão em polegadas – já converti pra cm porque eu sou legal...kkk) pesando até cerca de 16 quilos.
checked (mala despachada) pode ter no total 1,57 m (ou seja: some a largura, altura e a lateral e não ultrapasse esse número - porque eles medem!)
Um detalhe importante é que você precisa incluir estes itens já na compra da passagem, ou pelo menos algum tempo antes da data do embarque. Se deixar pra incluir no aeroporto, na hora de embarcar, vai sair bem mais caro!

A solução pra nós foi levar apenas uma carry on e duas malas que coubessem no tamanho. Mas foi tranquilo, pois apesar de sermos 3, estávamos viajando no verão então as malas estavam "leves".

O voo foi bem tranquilo, exceto pela prosa ruim dos passageiros que sentaram bem atrás de mim. Não tem entretenimento de bordo, então, leve um livro, uma revistinha, ou até baixe alguma coisa pra assistir no tablet ou celular (leve também o fone de ouvido).

Veja aqui o site da Frontier

JetBlue

Achei a Jetblue bem superior à Frontier: além de entretenimento de bordo, tinha lanche e bebidas de cortesia (snacks - salgadinhos, refrigerante, sucos, ice tea, café...). Também é possível pagar à parte por bebidas alcóolicas e sanduíches.
Escolhemos uma tarifa (Blue Plus) em que pudemos levar nossa bagagem de mão (há um compartimento próximo à fila de check in e a mala tem que caber lá) e uma mala despachada. Mesmo as tarifas mais baratas da JetBlue incluem uma mala de mão e um "personal item", que pode ser uma pasta ou bolsa.

Comparada à aeronave que voamos pela Frontier, o assento da JetBlue era mais confortável e com mais espaço entre as poltronas. E eu achei super legal que deram até protetor de olhos para tirarmos uma oportuna soneca, já que passamos a noite no avião.
Conclusão: mesmo que fosse um pouquinho mais caro, eu pagaria para voar pela Jetblue...

Veja aqui o site da JetBlue

Viajamos por estas companhias aéreas em julho/2016

Planeje sua viagem!!!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! O Trilhas e Cantos tem parceria com o Booking e RentCars (que pesquisa preços em várias locadoras) É só clicar nos banners abaixo:





Já está nos seguindoFique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, GOOGLE + e TWITTERAssine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

Nenhum comentário

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo