6 Piscinas naturais para conhecer (e preservar) no Brasil

30 de outubro de 2016
Piscinas de corais

Piscinas naturais formadas por corais, fazem a festa de quem gosta de um bom mergulho livre (de snorkel). Em todo o litoral brasileiro, e em especial no Nordeste, há lugares incríveis que merecem nossa visita e cuidado em preservá-los. Maragogi, Maracajaú e Porto de Galinhas estão entre as mais conhecidas, mas há muitas piscinas de corais que você provavelmente ainda não ouviu falar. Vamos passear por estes lugares?


1) Japaratinga, Rota Ecológica, Alagoas



Parte da segunda maior barreira de corais em extensão do mundo, toda a Rota Ecológica em Alagoas tem muitas piscinas incríveis que podemos visitar de barco ou jangada. 
Optamos por mergulhar em Japaratinga, que tem piscinas de profundidades diferentes - desde rasas, até mais profundas, mas com visibilidade excelente! Um catamarã avança vários quilômetros mar adentro e fica atracado. A água é cristalina, de um tom azul esverdeado, e há muitos peixes coloridos!

Piscinas de corais

Estas piscinas ficam a apenas 11 km da famosa Maragogi, mas vale a pena se hospedar em Japaratinga e curtir o sossego do local! 
Para saber detalhes do nosso mergulho, clique aqui! 

Piscinas de corais

2) Perobas, Rio Grande do Norte

Localizada no município de Touros (a 76 km de Natal), Perobas é menos conhecida que a vizinha Maracajaú, e tem piscinas rasinhas em alto mar! 

Perobas

São perfeitas para ir com crianças e para quem tem medo de mergulhar em lugares profundos. Pelas fotos, é possível ver que há muitas formações de corais, e várias "piscinas" entre os recifes. 

Piscinas de corais

A praia de Perobas também é uma delícia para curtir após o mergulho. Recomendo fazer o passeio de manhã (na maré baixa) e almoçar depois no restaurante do Vôzinho! 
Para visitar Perobas, ficamos em uma praia no município de Touros, bem próxima a São Miguel do Gostoso. Veja detalhes sobre o mergulho neste post (clique)!

Piscinas de corais

3) Taipu de Fora, Peninsula de Maraú, Bahia

A barreira de corais, que forma as piscinas naturais de Taipu de Fora, se estende por mais de 1 km de extensão. Na alta temporada, a parte mais rasa fica com bastante gente, e a movimentação revolve a areia, prejudicando a visibilidade. 



O ideal é alugar um colete e fazer um passeio mais longo, beirando os corais. É bom ficar de olho na tábua das mares, porque quando a maré volta a subir, o mar pode ficar um pouquinho agitado. A lua também influencia no movimento da maré, por isso é bacana mergulhar na lua cheia ou nova (isto vale para qualquer piscina natural). Para saber mais sobre Barra Grande/Península de Maraú, clique aqui


4) Atalaia, Fernando de Noronha, Pernambuco

Se passar alguma dúvida sobre o quanto essa piscina é incrível, é só fazer as contas: estivemos lá na minha lua de mel, em 2001, e ainda me lembro em detalhes do nosso mergulho. Uma das coisas mais bacanas foi ver um polvo se "disfarçando" na areia, além de uma quantidade inacreditável de peixes de cores incontáveis! 

Piscinas de corais
Imagem: Wikipedia
Atalaia é uma piscina bem rasinha, que se forma na maré baixa. A quantidade de pessoas é controlada (no máximo 16 pessoas por vez, durante 30 minutos) e não é permitido pisar na areia ou nos corais. O passeio deve ser agendado no ICMBio. Sim, você vai encarar uma fila, mas será a meia hora mais fantástica na ilha! Há muitos anos, pensam em fechar o acesso ao Atalaia, para proteger os corais, mas pelo jeito, ainda vai continuar aberta! 

5) Carapebas, Cumuruxatiba, Bahia

Este lugar ainda não conhecemos, mas está na lista! Tinha ouvido falar de Cumuruxatiba, no sul da Bahia - mais precisamente na Costa das Baleias - mas não fazia ideia que na região também existem varias piscinas de corais. Esses dias, vendo um vídeo do blog Viajando por Aí, me encantei pelo passeio até a piscina de Carapebas, a mais famosa da região. Para ver e se encantar também, clique aqui!

Imagem: viajandoporai.net
Piscinas de corais
Imagem: viajandoporai.net

Se você viaja com crianças, não pode deixar de conhecer o Guia de Praias do Nordeste com Crianças!

6) Piscinas de Moreré, Ilha de Boipeba, Bahia

As piscinas de Moreré são um ponto de parada no maravilhoso passeio de volta à ilha, em Boipeba. Foi uma das poucas piscinas que vi controle de acesso. Há fiscais controlando o número de pessoas e não é permitido entrar com cooler de bebidas (apesar disso, há barcos vendendo bebidas no local). A vida marinha é bem diversa. Vimos muitos peixes coloridos e uma moréia.


Conhecer e preservar as piscinas de corais!

Os corais são organismos vivos, mas ainda falta esta conscientização para muitos turistas. Infelizmente, em todos estes lugares vemos pessoas tocando ou pisando nos corais. Isto quando não chegam ao ponto de tirar um pedacinho pra levar para casa... Com exceção de Noronha, os guias não falam muito sobre as características dos corais e, por desconhecimento, os banhistas provocam degradação. E um recife de corais pode demorar até 200 anos para se recuperar!

Piscinas de corais

Em alguns locais, como Maragogi, já estão reduzindo o número de pessoas por dia, mas esta situação é mais difícil de ser controlada, por exemplo em Taipu de Fora, já que a barreira está com fácil acesso na praia. Por lá, foi criada a associação SOS Corais, e alguns voluntários ficam próximos aos recifes, tentando sensibilizar as pessoas. Infelizmente, o trabalho ainda não é suficiente, pois mesmo com placas colocadas na areia, muitas pessoas caminhavam tranquilamente pelos corais. Situação parecida vimos em outros locais, como a Praia dos Carneiros, em Pernambuco. Enfim, como dizem por aí, é um trabalho de "formiguinha", mas espero que nossos leitores ajudem a espalhar esta informação! Para saber mais, recomendo a leitura deste post, do blog 360 Meridianos.

E você, conhece alguma dessas piscinas? Tem alguma outra dica para compartilhar com a gente? Deixe um comentário!!!

Gostou do Post? Salve no Pinterest


Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking
Alugue um carro pela Rentcars, parcele as reservas e tenha atendimento em Português!
Faça seu seguro viagem com desconto na Seguros Promo - use o código TRILHASECANTOS5 e ganhe 5% de desconto na sua compra!
Pesquise passagens aéreas com ótimas tarifas no Viajanet
Compre seu Chip de Celular para usar no exterior e receba em casa, antes da viagem

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

6 comentários

  1. Ai, cada lugar. Vontade de ir pra Bahia que deu...:)

    ResponderExcluir
  2. Que delicia de post!
    Muito lugar lindo para conhecer nesse Brasil!

    ResponderExcluir
  3. Eu acho Alagoas incrível, aquele mar azul turquesa. Também sou fã de Porto de galinhas, outro visual maravilhoso. Cá, para nós, e tem lugar lindo para se conhecer este Brasil, não é mesmo?

    Su

    ResponderExcluir
  4. Nossa que maravilha de post, de deixar a gaúcha aqui babando de vontade! E você tem razão, preservar é preciso!

    Clau

    ResponderExcluir
  5. Faltou Pratinha, Iraquara na Bahia! É um dos mais bonitos pontos turísticos da minha Chapada Diamantina! Perfeita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A pratinha é demais, mesmo! A chapada é linda! Eu enfatizei mais piscinas de água salgada neste post, mas é uma boa ideia para um próximo post, né? Obrigada!

      Excluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!