Vale do Rio Reno

3 de outubro de 2013

Rio Reno Alemanha
Margens do Reno, em Lorelei

Um passeio muito comum entre as excursões que passam pela Alemanha é o famoso "Cruzeiro no Rio Reno". Há para diversos gostos, bolsos e desejos. É possível percorrer o trecho de Colônia até Mainz, sendo que a grande maioria passa por um trecho menor, a partir de Koblenz. Mas também é possível fazer o trajeto de carro por uma estradinha que vai margeando o rio, que foi o nosso caso. Neste post, conto sobre o passeio de 1 dia que fizemos por algumas cidades no Vale do Reno.

O passeio começa tentando acertar a margem do rio e a direção. Há cidades a serem visitadas às duas margens, mas as cidadezinhas mais conhecidas são Boppard, Sankt Goar e Bacharach, às quais se tem acesso pela Rodovia 9. Como é impossível conhecer muitas cidades em um dia, passamos rapidamente por Sankt Goar, mas optamos por priorizar Bacharach e depois fomos fazer a visita ao Castelo de Marksburg, na margem oposta.

Sankt Goar

Esta foi nossa primeira parada neste passeio. É uma cidade pequenina e simpática como muitas na Alemanha - no século XVI, Sankt Goar contava com pouco mais de 1000 habitantes, e em 2007, sua população não atingia os 3000...




Em Sankt Goar também é possível visitar o castelo de Rheinfels, construído a partir do ano 1245. Aliás, dá para se se hospedar lá também, pois transformaram parte do castelo em hotel!!!







Bacharach

Reza a lenda que Bacharach foi fundada por celtas, embora as primeiras documentações sobre a cidade datam do século XI. Também é uma cidade muito pequena, que conta com pouco mais de 2000 habitantes.


Uma das marcas são as casas em estilo enxaimel (madeira aparente), bem como a muralha medieval que se conserva em boa parte da cidade. 



Alguns pontos que valem ser visitados: a Altes Haus, casa mais antiga da cidade em estilo enxaimel, a Posthof, fundada no século XI, e que no passado foi local de pouso dos cavaleiros templários; o castelo de Staleck, que hoje é um Youth Hostal (Albergue da juventude), a igreja de St. Peter e a igreja católica, construída no século XVII.

Bacharach Rio Reno

Também é interessante visitar as ruínas da Werner Chapel, capela de onde se tem uma boa vista da cidade. Esta capela foi dedicada a Werner, um menino cujo corpo foi encontrado perto de Bacharach no século XIII, e que passou a ser considerado santo. Esta história começou a atrair peregrinos ao local, e com suas doações, a capela foi construída em 140 anos, mas foi destruída no século XVII.



Lorelei - Ferry


Já em Sankt Goar, descobrimos que o castelo que desejávamos visitar ficava às outras margens do rio. Ponte para atravessar o rio? Só em Koblenz. Voltar tudo isso? Iríamos chegar tarde. Solução: balsa!! Há em vários pontos ao longo do rio e depois de passarmos um tempo em Bacharach, voltamos para pegar o ferry em Lorelei, e pagamos 5,20 euros pela travessia. E quem disse que não fizemos cruzeiro no Reno?

Rio Reno
aguardando o ferry (balsa) em Lorelei



Marksburg


Há muitos castelos vistos da margem do Reno que estão em ruínas e nem por isso deixam de encher os olhos. Mas Marksburg  é um dos castelos que estão praticamente intactos, e se localiza na cidadezinha de Braubach, não exatamente à margem do rio.
Castelo de Marksburg (foto: www.marksburg.de)
A visita é necessariamente guiada. Há visitas em inglês em alguns horários, mas tivemos que fazer em alemão. Mesmo não entendendo uma palavra, a visita foi demais, com destaque para o jardim de ervas (reproduzido com plantas que ali existiam na Idade Média), os quartos e a cozinha, onde ainda se fazem banquetes eventualmente. Enfim, dá para se sentir medieval por uma meia hora. Adultos pagam 6 euros e se quiser ter mais informações sobre o castelo, acesse esta página oficial do castelo.

Castelo de Marksburg
Cozinha do Marksburg
Cozinha do Marksburg
Ferraria do castelo
Jardins com plantas ornamentais e medicinais
Gostamos muito de percorrer o caminho em nosso Skoda (carro tcheco, econômico e confortável...) alugado em Frankfurt, mas se você preferir ir navegando, pode obter informações sobre os cruzeiros aqui.


Sankt Goarhausen - Lorelei

Achei este passeio bem parecido com o do Vale do Rio Mosel, que fizemos no dia anterior, mas ambos valem a pena, pois conjugam história e cultura com um visual incrível. Não por acaso o trecho de 65 quilômetros do Vale do Rio Reno entre Koblenz e Bingen é considerado Patrimônio Mundial da Unesco, desde 2002.

Veja também estes outros posts sobre a Alemanha:

Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, GOOGLE + e TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!


Nenhum comentário

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!