Patagônia: como chegar de El Calafate a Puerto Natales

4 de julho de 2013
Ruta 40 Patagonia argentina chile

A Patagônia se estende por uma vasta área do sul do Chile (incluindo Puerto Montt) e da Argentina (incluindo Bariloche), mas a parte que exploramos nesta viagem é conhecida como Patagônia Austral. Começamos nossa jornada explorando o Parque Nacional Torres Del Paine, tendo como base a cidade chilena de Puerto Natales. Neste post vou contar sobre nosso trajeto até lá, já que nosso vôo chegou na cidade argentina de El Calafate.

Como chegar de El Calafate a Puerto Natales


Como fizemos a Patagônia Chilena e Argentina, nosso vôo de ida e volta foi a partir de El Calafate, na Argentina. Dormimos uma noite em El Calafate e no dia seguinte, pela manhã, cruzamos a fronteira chilena de carro. É difícil alugar um carro que possa atravessar a fronteira, mas existe também um ônibus que faz o trajeto.


De carro, pegamos uma parte da Ruta 40, em um longo trecho de estrada de “ripio”, uma espécie de cascalho. Não é pavimentada, mas não achamos nenhum trecho com perigo de atolar o carro.  As paisagens são lindas e de vez em quando cruzávamos com bandos de guanacos (esses bichinhos que parecem lhamas) ou ovelhas! 


Importante encher o tanque em El Calafate, e se munir de lanches e bebidas, pois não encontramos quase nada no caminho, além dos guanacos, ovelhas e uns poucos veículos. Também é importante ter um mapa, pois dificilmente se encontra alguém para pedir informação. Em todo o caminho, cruzamos com poucos veículos e algumas bikes! 


Uma coisa que tornou esta viagem meio demorada foi a passagem pelas fronteiras: é preciso passar tanto pela fronteira argentina quanto pela chilena. E gastamos um tempo preenchendo papelada... 
Na ida, cruzamos pelo Paso Dorotea na cidade de Rio Turbio na Argentina, e juntando o tempo entre as aduanas dos dois países, levou cerca de uma hora e meia. 


Na volta para Argentina, quatro dias depois, resolvemos atravessar por outro passo fronteiriço (Paso Don Guillermo), passando por Cerro Castillo, e desta vez o processo foi mais rápido. Ah, não é permitido entrar com alimentos no Chile, mas geralmente não há problemas com pacotes fechados como de biscoitos, salgadinhos, etc.


Uma outra dica é se informar sobre os horários dos ônibus, e tentar chegar antes ou bem depois à fronteira, pois geralmente demora muito para todos os passageiros do ônibus cumprirem as formalidades da imigração.


Para saber o restante da nossa viagem à Patagônia, acesse:

Gostou do post? Salve no Pinterest


Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, GOOGLE + e TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

Nenhum comentário

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!