O que fazer em Vilnius, Lituânia: 12 atrações imperdíveis

7 de janeiro de 2020


Vilnius, a capital da Lituânia, geralmente faz parte de um roteiro pelos países Bálticos, junto com Riga e Tallin. Embora muitos a apontem como a capital menos bonita do bálticos, Vilnius se revela uma cidade encantadora! Neste post você vai descobrir o que fazer em Vilnius e quais são as atrações imperdíveis, além de dicas de onde comer e onde se hospedar. Vem com a gente?

Vilnius costuma ser tratada como o "patinho feio" das capitais bálticas. Isso talvez porque o turismo de massa não tenha chegado por lá e a cidade ainda conserve lembranças do período soviético ou de conflitos pelos quais o país passou. Mas é justamente esse ar autêntico que faz de Vilnius um lugar especial. Nem tudo lá é "maquiado", mas tem se investido muito no visual da cidade e hoje ela está bem mais próxima de ser cisne, do que patinho feio! Bem, mas vamos às dicas?


O que fazer em Vilnius - atrações imperdíveis

1 - Caminhar pela Old Town

A cidade antiga de Vilnius tem uma atmosfera bem autêntica, conservando seu passado ligado à época que pertenceu ao bloco soviético. Mas a história de Vilnius é bem mais antiga! Entre as construções históricas destacam-se o Portão da Madrugada, a Igreja de São Nicholas, o prédio da Universidade, entre outros. Caminhe sem pressa pelas ruas Pilies e Didzioji apreciando a arquitetura das casas, restaurantes e cafés. 

Rua Pilies

Passe também pela Sauvicious (que tem bares e restaurantes) e pela Skapo, conhecida como a rua mais estreita de Vilnius (mas descobri que tem uma ruazinha ainda mais estreita, confira aqui!). Não deixe de conhecer também a via Literatu Gatve, que homenageia escritores lituanos.

Rua Literatu

2 - Igrejas

Vale a pena visitar igrejas católicas romanas ou ortodoxas - e elas são muitas! Algumas foram restauradas por fora, mas não é difícil encontrar igrejas com o interior um tanto "largado", coisa não rara em lugares que ficaram muito tempo sob regime comunista.

Parede do complexo de igrejas Santa Ana e Bernardine

As mais conhecidas são a Catedral, as Igrejas de São Paulo e São Pedro, São Nicholas, a de Todos os Santos (que se destaca pela cor salmão) e as vizinhas Santa Ana e Bernardine.


Catedral de Vilnius

3 - Portão da Madrugada

Estávamos hospedados próximo ao Portão da Madrugada ou da Aurora – um dos poucos portões que restam da antiga muralha medieval. É um bom lugar para começar um tour pela Cidade Antiga.

Portão da Madrugada

Sobre o portão há uma capela, com uma imagem de Nossa Senhora, que é ponto de peregrinação. A entrada da capela fica à direita de quem está descendo a rua.

4 - Universidade de Vilnius e Campanário de Saint John

A principal atração neste campus é o campanário de Saint John. No alto de 68 metros é o edifício mais alto do centro histórico. De lá, você terá uma bela vista da cidade antiga. Há um elevador para subir, mas parte do acesso é feito por escada. A entrada custa 3 euros.



5 - Bairro-país de Uzupis 

O bairro se autodeclarou um país independente em 1997 e comemora sua independência no dia 1º de abril! Tem até Constituição (o artigo 3 prega que "todos têm o direito de morrer, mas isso não é uma obrigação"... Outra pérola: o cachorro tem o direito de ser cachorro!). Na entrada do bairro-país, uma placa mostra que o bom humor impera por ali. Ao atravessar a Uzupis Bridge, há uma loja de souvenir onde você poderá carimbar seu passaporte.


Já na rua Paupio você lerá a constituição, publicada em várias línguas (mas não tem em português...). Outro lugar que chama a atenção é a escultura do Anjo, símbolo muito importante para o "país"!
Achei uma experiência muito divertida e até compramos a bandeira de Uzupis pela módica quantia de 5 euros (só pra comparar: uma bandeira da Lituânia custava 1 euro! kkk).

6 - Jardins de Bernardine

Se sair do bairro de Uzupis a caminho da Catedral, dê uma desviada pelos belos jardins de Bernardine, às margens do Rio Vilnia.


No verão, é um passeio muito agradável, especialmente para crianças: há brinquedos e uma pequena biblioteca instalada em meio a canteiros de plantas.

6 - Colina das 3 Cruzes e Torre de Gediminas

Vilnius é uma cidade relativamente plana, mas duas diferentes colinas se destacam: a das 3 Cruzes e a da Torre de Gediminas que leva seu nome em homenagem ao grão duque da Lituânia do século XIV.


Torre de Gediminas

7 - Palácio dos Grão-Duques da Lituânia

Atualmente é residência oficial do presidente da Lituânia, mas este palácio tem suas origens no século XVI. No local, funciona o Museu Nacional do Palácio, onde você poderá conhecer melhor a história do Palácio e da cidade. Fica bem ao lado da catedral! 

8 - Museus

Entre os principais museus de Vilnius estão o Museu Nacional da Lituânia, que infelizmente não estava aberto no dia que fizemos o tour pela cidade. Pelo que entendi, há duas unidades: Old e New Arsenal. Mas um dos museus mais visitados é o da Ocupação e Luta pela Liberdade - também conhecido como museu da KGB, que funciona no antigo quartel da temida e violenta polícia soviética. Mas se tiver mais tempo na cidade, há vários outros museus a serem explorados!

9 - Free Walking Tours

Há alguns passeios guiados em inglês como Tour Soviético ou Tour Judeu, ou ainda passeios guiados pelo centro histórico. Aos sábados, há um tour histórico em espanhol. São gratuitos, por isso é sempre bom lembrar de dar gorjeta para os guias! O ponto de encontro é na Town Hall, Rua Didziogi, 31.


10 - Distrito Judeu

Vilnius foi palco de um dos primeiros e maiores massacres a judeus durante a segunda guerra. Entre judeus, poloneses e russos, cerca de 100.000 pessoas foram mortas na floresta de Ponar, próximo à cidade de Trakai.
Hoje resta pouco do que havia no bairro em seu auge, antes da segunda guerra. Alguns prédios foram totalmente destruídos, como a Grande Sinagoga, demolida na guerra.


Escola construída sobre as ruínas da Grande Sinagoga e escavações

Na época comunista, uma escola foi construída no local e escavações recentes no pátio da escola revelaram partes importantes da antiga sinagoga.

11 - Street Art

Se você gosta de arte de rua, vai se esbaldar em Uzupis. Mas não só... tem muitas obras espalhadas pela cidade de Vilnius e o órgão de turismo até preparou um material para ajudar-nos a encontrar as obras! Só baixar o pdf aqui!



12 - Bate-volta a Trakai

A cidade de Trakai fica a 30 quilômetros de Vilnius e vale muito a pena fazer um bate-volta.

Além do castelo que fica em uma ilha (ligada ao continente por uma ponte), a cidade tem uma rua cheia de casas coloridas que guardam a memória do povo Karaim. Um de seus legados é o kibinai, uma espécie de esfirra recheada. Delícia!!

Pontos a visitar na Old Town de Vilnius

Já viu que tem muita coisa bacana pra conhecer em Vilnius, né? Mas vou deixar aqui uma listinha/resumo do que ver na cidade antiga:
  • Porta da Madrugada
  • Universidade de Vilnius e Campanário de Saint John
  • Distrito Judeu
  • Rua Literatu
  • Rua Pilies
  • Catedral de Vilnius
  • Palácio dos Grão-Duques da Lituânia
  • Jardins de Bernardine
  • Bairro de Uzupis
  • Igrejas 

Onde comer em Vilnius

Na Rua Didziogi e na Rua Pieles, há muitos restaurantes. Mas nas duas noites que ficamos na cidade, a nossa escolha foi o Etno Dvaras, que tem duas unidades diferentes no centro histórico (tem mais 2 em outros bairros). No primeiro dia, fomos na rua Ausrus Vartu, com mesinhas na praça. A espera era meio “na louca”: eles não tinham lista e a gente tinha que ficar de olho e torcer para vagar alguma mesa!

No segundo dia, fomos na unidade da rua Pilies e achamos ainda mais legal: o restaurante parecia uma taverna e as mesas ficavam em “corredores” no subsolo. Parecia um labirinto! A comida era muito boa, com pratos típicos da Lituânia. Eu amei os pratos com base em batata e as linguiças!


Outra coisa que recomendo é tomar um sorvete, se você for no verão. Nas ruas há várias barraquinhas, mas a que mais gostei foi da marca Dione, na rua Pilies onde provamos um sabor local: Dziugo Surio. Guarde esse nome!

Mercado Central - Halles Market (ou Halles Turgus, em Lituano) é uma boa opção também, mas apenas no almoço, já que fecha às 17h.


Este mercado é cheio de bancas de frutas, verduras, carnes e tem algumas lanchonetes e cafés. Na calçada, em frente ao mercado também ficam várias pessoas vendendo frutas e legumes!
Fora do centro histórico, há o Uptown Bazaar, um food market mais moderno, mas fomos em um dia de semana e não havia quase nada aberto, então imagino que funcione mais aos finais de semana.

Onde se hospedar em Vilnius

Sempre que possível, escolhemos nos hospedar no centro histórico, para poder ficar perto das atrações e fazer tudo à pé. Desta vez, alugamos um apartamento pelo Airbnb e foi uma ótima escolha. A poucos passos do Portão da Madrugada e do Mercado Central, o prédio tinha estacionamento grátis, o que foi bem conveniente já que estávamos de carro alugado.
Se você ainda não tem cadastro no Airbnb, siga esse link para ganhar um super bônus em sua primeira reserva.

Se você está procurando hotel em Vilnius, pesquise aqui, no Booking!

Gostou do Post? Salve no Pinterest!

Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking ou alugue um espaço pelo AirBnb
Alugue um carro pela Rentcars, parcele as reservas e tenha atendimento em Português!
Faça seu seguro viagem com desconto na Seguros Promo - use o código TRILHASECANTOS5 e ganhe 5% de desconto na sua compra!
Pesquise passagens aéreas com ótimas tarifas no Viajanet
Compre seu Chip de Celular para usar no exterior e receba em casa, antes da viagem

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

2 comentários

  1. Oi. Tudo bem? =)
    Seu post foi selecionado para o #linkódromo, do Viaje na Viagem.
    Dá uma olhada em http://www.viajenaviagem.com
    Até mais,
    Bóia – Natalie

    ResponderExcluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!