Vale do Rio Mosel

Há alguns anos, recebi um e-mail de uma amiga, com uma apresentação em powerpoint (isso ainda existe? rsrs), sobre o Rio Mosel. Não tenho mais este arquivo, mas me lembro de que as imagens eram tão lindas que, desde então, era um desejo de viagem que eu acalentava. E este foi exatamente o início da nossa viagem à Alemanha, em julho de 2013.
Vale do Mosel
As margens do Mosel são pontilhadas de cidadezinhas encantadoras como esta

O Vale do Rio Mosel

Na Alemanha, o Rio Mosel se estende desde Trier - a cidade mais antiga do país, fundada pelos romanos - até Koblenz onde desemboca no Rio Reno. Mas sua nascente fica na França e ele passa também por Luxemburgo.
Seu vale compreende uma região vinícola muito importante na Alemanha, especialmente quanto aos vinhos brancos. A principal uva produzida na região é Riesling, e quem gosta de espumante, não deve deixar de provar o Sekt em restaurantes ou lojas de vinhos (weingut), que são abundantes nas cidades da região. 
O vinho tem sua origem na região com os romanos, por volta do Século IV. Acredita-se que inicialmente eles levavam seu próprio vinho para consumo, mas com o tempo isto se mostrou inviável. Desde então, isto os levou a desenvolver a vinicultura, um de seus melhores legados.
Alken Vale do Mosel
Fortaleza na cidade de Alken

Parreiras Riesling
A perfeição dos parreirais

uvas Riesling
Como muitos parreirais ficam em encostas, foi desenvolvida uma "engenhoca" especial para a colheita.

Por onde ir


A partir de Koblenz pegamos a rodovia 416. A estrada toda é pontilhada de castelos medievais, ruínas, vinícolas e cidadezinhas encantadoras. Há passeios de barco também, além de uma ferrovia que acompanha a margem do rio. De Koblenz a Trier somam-se aproximadamente 190 quilômetros. Nosso objetivo era conhecer cidadezinhas pequenas e charmosas, mas se quiséssemos ir até Trier precisaríamos pelo menos de uns dois ou três dias!! Em um dia percorremos o trecho de Koblenz até Zell. É bom ir com calma, parando diversas vezes para fotografar ou simplesmente apreciar.
Cochem, do alto do Castelo

Cochem

Foi uma das cidades mais lindas que conhecemos, e também foi a mais cheia. Deve-se visitar o centro comercial, o castelo e almoçar em um dos vários restaurantes no centro ou na estrada que margeia o rio. O castelo - Reichsburg - fica em uma colina a uma distância que pode ser percorrida a pé a partir do centro comercial. Por estarmos com criança, subimos de ônibus e descemos a pé. No centro de informações turísticas nos informaram que não daria para chegar de carro, mas percebemos que seria possível sim, pois o ônibus nos deixou em um estacionamento.
Cochem Alemanha
A cidade de Cochem, vista do Reichsburg

Cochem Alemanha
A simpática cidade de Cochem, na rua que beira o Rio Mosel


Reichsburg Cochem
Reichsburg - Cochem
Reichsburg Cochem
Entrada do Reichsburg - Cochem
Reichsburg Cochem
Escultura de sapo "guardando" o castelo

Zell

Em Zell, as coisas giram em torno do vinho e inclusive há um festival de vinho no verão. Mas, no geral, achei as cidades às margens do Mosel muito (lindamente) parecidas: casinhas, telhados de ardósia, lojas de vinhos, castelos...
Zell Vale do Mosel
Rua no centro de Zell

Ediger-eller

Paramos nesta cidadezinha meio ao acaso, pois eu queria muito encontrar um café ou confeitaria. Encontramos e comemos um delicioso Apfelstrudel. E aí, aproveitamos para andar um pouco pelas ruazinhas.


Ediger Eller
Casa em estilo enxaimel (madeira aparente) em Ediger-Eller
Pausa para se refrescar em uma fonte em Ediger-Eller

Burg Eltz

Tinha eleito este castelo como um ponto a ser visitado. Mas descobri que ele fechava às 17h30 e não teríamos tempo de visitá-lo. O jeito foi ir até o local e fotografar o seu exterior, o que eu já achei muito válido, pois o castelo é muito imponente.





Burg Eltz
Burg Eltz
Burg Eltz
Burg Eltz

Rodovia 416 Vale do Mosel
Rodovia 416 - a estradinha que margeia o Mosel


Ao final da tarde, pegamos o caminho de volta a Koblenz, onde estávamos hospedados. Este foi um passeio que eu desejava fazer há muito tempo e foi uma das razões que me levou à Alemanha. Posso dizer que não me decepcionou. Foi bonito como eu esperava!!!

Hospedagem no Vale do Rio Mosel: Nos hospedamos em Koblenz, que fica no encontro entre os rios Reno e Mosel, mas é possível se hospedar em qualquer cidade ao longo do rio. Veja as opções pelo booking nas cidades que citei: Cochem, Alken, Trier, Zell e Ediger-Eller. Se desejar, faça a reserva pelo booking em nosso blog.

Talvez você também goste de saber um pouco mais sobre o Vale do Rio Reno...


Para planejar meu passeio pelo Mosel, segui muitas dicas do site Alemanha por que não??



E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!!
Assine também nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

4 comentários

  1. Que lindo Liliane! A Alemanha é mesmo encantadora! Não conheço ainda essa cidade, mas tenho muita vontade de fazer a Rota Romãntica, obrigada pelas dicas.

    ResponderExcluir
  2. Que lindo!
    Sou apaixonada pela Alemanha! E combinado com vinhedos então, deve ser o paraíso!!
    Mais um local para a listinha!!

    Beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hmmm, tem uns espumantes que eu vou te contar, viu? Obrigada! Bjs

      Excluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Back to Top