Moscou e as lembranças do Comunismo | um roteiro por lugares do período soviético

3 de novembro de 2019
Muzeon Park

Em vários países que fizeram parte do bloco soviético, houve um esforço para apagar memórias do período comunista. A terrível KGB e o pior lado do comunismo são lembrados em museus e memoriais, e as gigantes estátuas de Lenin e Stalin perderam seu lugar de destaque em cidades do leste europeu.
No entanto, a sensação é diferente ao visitar Moscou. Existem alguns lugares e algumas tradições que são mantidos e preservados. Neste post selecionei alguns lugares em Moscou que nos levam de volta ao período soviético. Gostando ou não do que este período representa, é parte da história e vale muito a pena conhecer!

VDNKH - Centro Panrusso de Exposições

Este é um parque de exposições grande e imponente, construído antes da segunda guerra mundial. Uma estátua gigante de Lenin nos recebe na entrada do parque que foi construído para celebrar os êxitos comerciais da URSS, em 1939.


Há pavilhões representando antigas repúblicas como Uzbequistão, Cazaquistão, etc. Tivemos a sorte de estar lá em um dia que estavam comemorando os 80 anos do parque e os pavilhões estavam abertos com venda de produtos típicos dos países.



É neste parque que fica o Museu de Tecnologia (Muzey Sovetskikh Igrovykh Avtomatov) com uma sessão dedicada à memória do Fliperama. Como produtos vindos dos Estados Unidos eram proibidos durante a Guerra fria, eles criavam seus próprios jogos de Fliperama. E você poderá jogar neles!!

Museu da Cosmonáutica

No auge da guerra fria, a corrida espacial esquentava a disputa entre os dois países mais poderosos do mundo. A URSS saiu à frente, mandando o primeiro homem em uma missão espacial (Quer conhecer esta história sob um olhar russo? Assista "Gagarin: O primeiro no Espaço" na Netflix)


Este museu traz a memória do programa espacial soviético: uniformes, capsulas queimadas ao reentrarem na atmosfera e cachorras empalhadas (que voltaram vivas de missões espaciais), além de fotos e cadernos nos quais os engenheiros faziam cálculos.


Enfim, um baita passeio para a criançada em idade escolar. Logo na entrada da exposição, tem  algumas máquinas vendendo comida de astronauta. Prepare alguns rublos trocados (entre 350 e 400 rublos - 20 e poucos reais) pois nem sempre a máquina devolve o troco certinho...

Cantina 57 no Shopping Gum

Em plena Praça Vermelha, em um templo de consumo dos mais lindos, esta cantina conserva cardápio e costumes do comunismo. O esquema é parecido com um self-service, mas em pequenas porções já prontas. Também tem uma pegada meio de "bandejão"... Ah, esqueça a Coca Cola. Se quiser um refresco, sucos locais são vendidos em copos de vidro.



Na mesa, coberta com toalhas plásticas, um recadinho (em inglês...) "Camarada, vamos fazer um trato: limpe sua mesa depois da refeição"
A comida é boa e tem um dos melhores preços do Gum, que fica em um dos lugares mais caros de Moscou!

As 7 irmãs de Stalin

Há sete prédios imponentes construídos a pedido de Stalin durante os anos 40 e 50. São chamados de 7 irmãs pela similaridade entre eles. Atualmente a maioria dos prédios são sedes de órgãos governamentais e campus universitários. Por isso, provavelmente você só conhecerá o exterior deles.
Há um bem próximo à Rua Arbat, onde funciona o Ministério de Relações Exteriores. Mas certamente em suas caminhadas por Moscou, irá avistar algum destes prédios: o estilo é inconfundível.
Ministério das Relações Exteriores - próximo à Rua Arbat 

Aliás, uma dica: para reconhecer um prédio do período comunista (na Rússia ou fora dela) não é tão difícil: em geral eles tem a estrela de 5 pontas e outros símbolos como foice e o martelo, ou os ramos de trigo.

Estações de Metrô

Chamadas de Palácios do Povo, muitas estações de metrô de Moscou são mais que um local para usar o transporte público (que aliás, funciona muito bem!!). Muitas delas tem vários lustres, paredes em mármore, esculturas... Stalin desejava agradar os trabalhadores que diariamente passavam por estas estações.



Outro aspecto interessante é que a maioria das estações são bem profundas, pois também serviriam de bunkers no caso de uma guerra nuclear. Algumas vezes marcamos o tempo que a escada rolante levava para descer até a linha: cerca de 2 minutos e meio. A ironia é que nunca chegamos a esperar 2 minutos pelo metrô!

A Park Popedy é a estação mais profunda e são consideradas as mais bonitas: Mayakovskaya, Komsomolskaya, Novoslobodskaya, Ploshchad Revolyutsii (esta fica bem próxima ao Teatro Bolshoi). Gostamos também da estação Park Kulturi, Arbatskaya e Partisanskaya, que tem um monumento em homenagem aos Partisans. Vale a pena conhecer pelo menos algumas das estações evitando, é claro, os horários de pico.
A boa notícia é que agora os nomes das estações são escritos também em nosso alfabeto. Mas de qualquer forma, vale a pena tentar aprender algumas letrinhas do cirílico!

Muzeon Park

Neste parque, estão algumas estátuas e bustos de figuras importantes na época comunista como de Karl Marx, Stalin e Lenin. Há várias outras esculturas, de cunho mais artístico, espalhadas pelos jardins, incluindo a icônica Love/Hate - dependendo do lado que você vê, lerá uma palavra diferente! Mas esta foi instalada bem depois do fim da União Soviética.



Ali também fica o museu de arte New Tretyakov Gallery. Aproveite quando estiver no Muzeon Park caminhe à beira do Rio Moskua, em direção ao Gorki Park, exatamente como se fala na música Wind of Change dos Scorpions.

Mausoléu de Lenin

Em destaque na praça vermelha, o mausoléu guarda o corpo embalsamado de Lenin. Dizem que Lenin tinha uma liderança e carisma muito forte perante o povo da URSS e que sua morte poderia abalar o próprio regime comunista.


Embalsamá-lo foi mais que uma tentativa de manter Lenin vivo, mas conservar a força do modelo econômico e político. Infelizmente seu sucessor, Stalin, adotou um estilo muito mais violento para liderar a União soviética.
Não visitamos o mausoléu pois estava fechado nos dias em que passamos pela Praça Vermelha. Mas a visita é grátis e geralmente se forma uma fila e tem uma boa revista na entrada.

Kremlin do Ismailovo

Confesso que esperava um pouquinho mais desse lugar. Não sei se porque fomos no meio da semana e havia menos expositores, mas encontramos poucas barraquinhas com antiguidades. Se der sorte, irá encontrar objetos do período soviético e até roupas usadas de astronautas com o símbolo da CCCP!


Fomos até lá para conferir o mercado de pulgas e também para comprar Souvenir, já que havia lido que era o melhor lugar para comprar matrioskas. O que valeu mesmo o passeio foi uma loja maravilhosa de cerâmicas, onde encontrei um prato lindo para minha coleção!

Bunker 42

Na entrada, o portão verde com uma estrela vermelha lembra mais uma garrafa de Heineken, do que um abrigo antinuclear. O Bunker 42 foi construído nos anos 50 e ficou secreto por muito tempo. O lugar deveria ser abrigo para os líderes do governo, no caso de uma guerra nuclear. Por isso, havia todo o necessário para sobreviverem em caso de um ataque. Não fizemos este passeio, mas aqui tem um relato detalhado do blog Contando Destinos.

Enfim, Moscou é uma cidade surpreendentemente maravilhosa e este é um capítulo importante de sua História! Vale muito a pena conhecer!


Gostou do Post? Salve no Pinterest!!


Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking
Alugue um carro pela Rentcars, parcele as reservas e tenha atendimento em Português!
Faça seu seguro viagem com desconto na Seguros Promo - use o código TRILHASECANTOS5 e ganhe 5% de desconto na sua compra!
Pesquise passagens aéreas com ótimas tarifas no Viajanet
Compre seu Chip de Celular para usar no exterior e receba em casa, antes da viagem

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

Nenhum comentário

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!