O que fazer em Ilhabela

Ilhabela
Praia da Jabaquara, no lado norte da ilha
Está chegando o verão e já passou da hora de escolher seu destino praiano. Então, resolvi contar um pouco da nossa experiência de passar uma semana em Ilhabela, no verão passado (janeiro de 2014). Durante décadas frequentamos apenas Ubatuba, e conhecíamos a ilha como um passeio bate-volta, mas eu sempre ficava pensando no quanto seria bom dormir por lá e aproveitar os restaurantes.
Foi uma boa escolha, pois Ilhabela tem muito do que se busca em um destino de verão. Há praias calmas para crianças, tranquilidade, agito, baladas, um centro histórico para passear e muitos lugares de beleza natural. E ainda, boas opções de restaurantes e hospedagem.

Praias

Ao sair da balsa, você terá algumas opções: pegar à direita e percorrer as praias do sul ou pegar à esquerda e seguir para as praias do norte. Pode, ainda, atravessar a ilha pela estrada-parque que leva à isolada praia de Castelhanos.
Ilhabela
Praia do Pacuíba, lado norte da ilha
De todas as praias da ilha, as nossas preferidas são Jabaquara e Castelhanos. Mas ainda não conhecemos a do Bonete, que só é acessada por uma trilha que leva cerca de 3 horas de caminhada, ou por barco, pagando-se cerca de R$ 150,00 por pessoa (crianças pagam o mesmo preço...)
A Praia de Jabaquara tem restaurante, ducha de água doce, um riacho e barraquinhas de comida. É a última praia que se tem acesso por estrada (de terra), no lado norte da ilha.
Ilhabela
Jabaquara
Ilhabela
Jabaquara
Ilhabela
Jabaquara
Ilhabela
Jabaquara (Julho/2012)
A Praia de Castelhanos já figurou em muitas listas das "praias mais bonitas do Brasil". Por ser uma área protegida e para evitar a degradação, em 2013 começaram a limitar o acesso. Assim, se estiver em alta temporada, é bom sair bem cedo. Quanto à estrada, ela já foi bem pior. Há uns 10 anos, fizemos o passeio de jipe e havia tantos buracos que só passavam veículos 4x4. Hoje, passam veículos normais, mas no dia em que fomos, caiu uma baita chuva e muitos carros sem tração 4x4 não conseguiram passar por um trecho de subida na estrada. Para aproveitar melhor nosso dia por lá, levamos farofa comida e bebida, e escolhemos a sombra de uma árvore, ao lado esquerdo da praia. A praia hoje conta com quiosque e camping, mas foi bem melhor ter a exclusividade de um cantinho só nosso! Outra coisa bacana de Castelhanos é que percorrendo uma pequena trilha, pode-se chegar à bela Cachoeira do Gato, que conhecemos da outra vez que estivemos lá!
Ilhabela
Rio de água limpa em Castelhanos, excelente para um banho!
Ilhabela
Castelhanos: vejam a chuva que se anunciava! Mesmo assim, deu para aproveitar o dia!
Para quem prefere badalação, há a Praia do Curral, que fica bem cheia e tem bons hotéis e pousadas. Mas se procurar praias mais calmas, boas para crianças, no lado sul podemos indicar a do Veloso e a do Julião.
Ilhabela
Praia do Veloso, com águas calmas: excelente opção para quem está com crianças
Enfim, são aproximadamente 40 praias, como se pode visualizar no mapa a seguir. As mais próximas ao centro nem sempre são limpas e, quando estivemos lá, havia praias impróprias para banho. Por isso, é melhor andar um pouco mais e buscar as praias mais afastadas.
Mapa de praias (imagem: http://www.vinivela.com.br/ilhabela.asp)

Cachoeiras

Reza a lenda que Ilhabela tem uma cachoeira para cada dia do ano. Mas o verão passado foi atipicamente seco e as cachoeiras não estavam em seu esplendor. Uma das mais procuradas é a cachoeira da Laje, que é acessada por uma trilha a partir da Ponta da Sepituba, no finalzinho da estrada, no lado sul da ilha. Nós achamos que a trilha seria um pouco cansativa para o Léo, por isso não conhecemos!
Ilhabela

Ilhabela
Cachoeira da Água Branca
Além das praias e cachoeiras, a ilha ainda é destino de mergulhadores e tem agências para se fazer mergulho com cilindro. Uma coisa que faz de Ilhabela um bom destino para mergulhar, além das águas claras, são os inúmeros naufrágios que ocorreram em sua costa.
Sem esquecer que a principal fama da ilha se deve às excelentes condições de prática de vela. Por isso, Ilhabela é conhecida como a "capital da vela".
Ilhabela
Paramos para mergulhar com snorkel neste ponto, logo depois da Praia do Veloso.

Ilhabela
Ilhabela é parada de cruzeiros de diversos lugares do mundo. Aqui o navio italiano "Costa Favolosa"

Ilhabela
Ponta da Sepituba - aqui só dá para pescar e admirar a vista
Ilhabela
Ponta da Sepituba

Gastronomia

No lado sul da ilha, experimentamos e gostamos muito:
Ilha Sul: especializado em frutos do mar. Os preços são meio altos, mas a comida é muito boa!
Nova Iorqui: restaurante com uma vista magnífica, comida boa e porções bem servidas.
No centro, as opções são muitas, mas os que experimentamos e recomendamos são:
Bartatas: Resolvemos experimentar este restaurante porque estava pertinho da gente. Pois bem, foi uma grata surpresa. Os pratos mais conhecidos são as batatas recheadas, incluindo recheio de casquinha de siri! Neste dia, um pianista de mão cheia estava tocando!!!
Manjericão: Comida boa e ambiente agradável. O serviço era bom (o que não foi uma regra em Ilhabela) e havia menu infantil.
Café Ponto das Letras: Lugar super agradável para se tomar um café à tarde. Fica cheio, especialmente se chover.
Bar São Paulo: Nada de especial com relação à comida, mas o lugar é bem gostoso, com mesinhas na calçada e porções ao estilo "boteco".
Pizzaria Mozzarello: A pizza estava boa, e o lugar é muito bonito: além do ambiente coberto, havia mesas sob árvores, em um lindo jardim! Pena que começou a chover...

Onde ficar?
Se você quer esquecer que tem carro e ir a pé para a mesma praia, todos os dias, é melhor escolher algum hotel ou pousada no lado sul da ilha. Mas se você gosta de variar as praias, o negócio é ficar na "vila" (como é conhecido o centro histórico). Durante a noite, a ilha não fica muito lotada (a não ser no reveillon e carnaval), porque muitas pessoas escolhem passar apenas o dia lá. Mesmo assim, é possível pegar congestionamento indo do lado sul para o centro histórico. Assim, nós achamos muito conveniente ficarmos hospedados por lá, pertinho dos cafés, restaurantes e lojas.
Imagens do centro histórico (Foto: http://www.hospedailhabela.com.br/)
Opções de hospedagem: As opções são bastante diversificadas: hotéis, hostels, pousadas, chalés e casas de aluguel, que você encontra nestes sites aquiaqui e aqui. Nós escolhemos a Pousada Recanto da Villa e gostamos bastante, em especial do atendimento. Se quiser ver todas as opções de hospedagem pelo Booking, clique aqui!

Como evitar a fila da balsa? A não ser que você tenha um barco, ou esteja fazendo um cruzeiro, o único meio de chegar à Ilhabela é pela balsa, a partir de São Sebastião. Na alta temporada, é quase inevitável pegar fila. Digo quase, porque existe um caminho para evitá-la: no site do DERSA é possível reservar seu horário com antecedência e evitar ficar cozinhando no sol. É um pouco mais cara que a tarifa normal, mas vale a pena. E fique tranquilo(a): mesmo se chegar um pouco antes ou depois do horário marcado, os carros com reserva têm prioridade. Para pedestres, a balsa é gratuita e não há necessidade de pegar fila.
Ilhabela
Por do Sol em São Sebastião - visto da balsa 
O que fazer a respeito dos borrachudos? Infelizmente, não tem muito a ser feito: se lambuze de óleo de citronela antes de sair de seu hotel/pousada/chalé. Os repelentes em spray até funcionam, mas achei o óleo mais eficiente. Comprei o meu em uma loja de conveniência no centro. Também se vendem em lojas de artesanato. Uma semana antes de ir, eu e meu filho tomamos vitamina do complexo B. Não senti um impacto muito grande, mas mal não vai fazer...
Ilhabela
A Ilha, vista da balsa

E se chover? Quem frequenta o litoral norte de São Paulo, sabe da fama de que lá chove bastante. Não foi o caso do último verão, mas se pegar dias chuvosos, sempre há possibilidade de passear pelo centro histórico, tomar um café, fazer algumas comprinhas ou até visitar o Museu Náutico.


E aí, já conhece Ilhabela? Tem alguma dica interessante ou alguma pergunta? Deixe um comentário!!!


E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!!
Assine também nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

Um comentário

  1. Ei, adorei as fotos, parabéns!
    Fiz um post a respeito da cidade também, nele listo 10 MOTIVOS PARA VISITAR ILHABELA. Talvez ajude quem está querendo visitar, segue o link http://partiuviajar.blog.br/o-que-fazer-em-ilhabela/

    ResponderExcluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo