Alugar apartamento de temporada no exterior: vale a pena para quem viaja em família?

12 de maio de 2019
Foto: Deborah Cortelazzi - Unsplash

Alugar um apartamento, ou até mesmo uma casa, costuma ser uma opção mais econômica para viagens em família ou em grupos. E com o dólar e euro nas alturas, qualquer economia é bem-vinda! A cada dia fica mais fácil encontrar um apartamento em cidades turísticas, pois grandes portais como o Booking só têm aumentado as ofertas. Porém é bom pesquisar bastante sobre o seu destino, pois algumas cidades grandes têm comprado briga com sites como o AirBnb nos últimos anos.
Neste post vou contar um pouco da nossa experiência com aluguel de apartamentos e dar algumas dicas que considero importantes.

Por que alugar um apartamento no exterior?

Em primeiro lugar, é a melhor forma de entrar em contato com a cultura local. Pegar a fila do pão (ou croissant...rs) na padaria, fazer comprinhas no mercado e talvez até cozinhar com produtos locais, são experiências que você dificilmente terá se hospedando em um hotel.
Outra questão é a economia. Nem sempre vai sair mais barato alugar um apartamento quando você viaja sozinho(a) ou em casal. Mas para quem viaja com filhos, pode ter certeza que é uma boa, especialmente com crianças pequenas que ainda não se aventuram em experimentar comidas diferentes.

Café da manhã em Ljubljana

Pela nossa experiência, quando o Léo era menor e mais enjoado para comer, eu comprava um pacote de macarrão e alguns ovos e sempre fazia o prato preferido dele. Ele adorava, pois se sentia em casa, e nós ficávamos mais tranquilos para escolher um restaurante do nosso gosto, sem a preocupação de ter pratos kids no cardápio.
Hoje em dia, ele já pede para jantar fora, mas às vezes ficar em casa e cozinhar pode ser uma atração à parte: na Croácia, por exemplo, compramos trufas e azeite da Istria e preparamos uma massa, acompanhada de um bom vinho. Saiu muito mais em conta do que jantar esses pratos em um restaurante.

Produtos da Istria

Vale a pena alugar um apartamento quando:

  • Você viaja em grupo ou família
  • Você está com crianças - elas se sentem "em casa"
  • Você adora passear pelos mercados e feiras atrás de produtos locais
  • Você não se importa em arrumar a própria cama ou tirar o lixo da cozinha ou banheiro

Apê em Quebec

Em geral, não vale a pena alugar um apê quando:

  • Você viaja sozinho(a)
  • Você não quer fazer absolutamente nada, nem lavar uma xícara de café
  • Você vai ficar pouco tempo: para permanências muito curtas é preciso considerar que você terá que fazer uma compra no mercado e pode desperdiçar muita coisa. A não ser, é claro, que irá alugar imóvel em outros lugares e puder levar a compra junto.

Apê em Madri - Bairro Chueca

Quais sites são confiáveis para alugar imóvel de temporada?

Booking: Esta é sempre minha primeira opção, já que não tem burocracia nenhuma. A maioria das reservas são feitas com cartão de crédito, mas algumas nem exigem isso e você paga diretamente no check-in! Em geral, é preciso combinar com o proprietário ou administrador, um horário para retirar as chaves e fazer check-in. A boa notícia é que a oferta de apartamentos de temporada aumenta a cada dia no Booking!

AirBnb: O AirBnb popularizou muito a prática de alugar apartamentos e vende a ideia de você não viajar para um local, mas "morar no local" (ai, como eu amo!!). Tivemos nossa primeira experiência na Croácia e adoramos. Mas não achei muito diferente de alugar pelo Booking, exceto que tudo tem que ser combinado diretamente com o proprietário. Como era minha primeira reserva, ganhei um bônus que veio bem a calhar (siga este link para se cadastrar e ganhar um bônus de R$ 179,00)


Caso não encontre opções no Booking e AirBnb, aí procuro em outros sites como Homeaway ou
Holiday Lettings que também pertence ao Tripadvisor Rentals. Este último, usei em Londres e foi tudo bem, mas tive que fazer uma transferência pelo Paypal.
Em último caso, e dependendo da cidade, dá para recorrer a sites locais. Neste caso, recomendo um pouco mais de cuidado: procure referências, avaliações, etc.
Em Praga, por exemplo, usei os serviços do Prague City Apartments, e foi tudo tranquilo. Mas atualmente os mesmos apartamentos são oferecidos no Booking, que você pode pesquisar e reservar sem falar outra língua.

Cuidados e dicas para alugar um imóvel no exterior


  • Certifique-se de que vai conseguir se comunicar com o proprietário, ou seja: vocês falam alguma língua em comum? Se você se comunica bem em ingles, diria que já é meio caminho andado.
  • Procure fotos e avaliações do imóvel - No Booking, Airbnb e Tripadvisor costuma ter bastante fotos e reviews de usuários.
  • No AirBnb, confirme se o proprietário já cancelou reservas. O site gera uma mensagem automática que vai aparecer no perfil do anfitrião, caso ele cancele. Geralmente eu evito alugar nesse caso. Se possível, escolha "superhosts" que são anfitriões muito bem avaliados.
  • Verifique os horários possíveis de check-in e tome cuidado de não chegar mais tarde que o combinado. Ajuda muito você ter chip de internet e poder avisar quando estiver próximo ao local.
  • Certifique-se que terá alguma assistência caso tenha algum problema no imóvel, já que raramente você terá o proprietário por perto.
  • Combine a forma de pagamento - verifique se irá pagar pelo site (ex: booking, airbnb) ou diretamente ao anfitrião e se precisará sacar dinheiro para isso.


Alguns apartamentos que alugamos e indicamos, mundo afora:

Europa
Madri: no Bairro Chueca, próximo ao maravilhoso Mercado de San Anton
Praga - Prédio histórico, próximo à Old Town Square
Budapeste - Studio próximo à Avenida Andrassy
Zagreb - Apartamento próximo à Catedral
Rovinj - Apartamento charmoso na Old Town
Ljubljana - Studio muito charmoso


Canadá
Quebec - Apê charmoso dentro das muralhas da Vieux (velha) Quebec
Montreal - University Bed and Breakfast - Kitnet no bairro Plateau Mont Royal

Ainda teve muitos outros, mas estes foram os primeiros que lembrei... E nunca nos arrependemos, viu? Nossos aluguéis têm sido muito positivos!

E se você tem uma casa que possa interessar a pessoas de outros países (especialmente se mora em uma cidade de apelo turístico) pode ainda apostar em troca de casas.

Então, esta é a nossa experiência. Preciso dizer que sempre quis morar fora, mas nunca rolou uma oportunidade e, de certa forma, alugar um imóvel me satisfaz um pouquinho esta vontade. E você, já alugou um imóvel de temporada em outro país? Que sites você usa? Conta pra gente sua experiência!

Planeje sua viagem!

Se você gosta de nossas dicas e acompanha o blog, que tal fazer as reservas de sua próxima viagem através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir os links:
Reserve seu hotel pelo Booking
Alugue um carro pela Rentcars, parcele as reservas e tenha atendimento em Português!
Faça seu seguro viagem com desconto na Seguros Promo - use o código TRILHASECANTOS5 e ganhe 5% de desconto na sua compra!
Pesquise passagens aéreas com ótimas tarifas no Viajanet
Compre seu Chip de Celular para usar no exterior e receba em casa, antes da viagem

Já está nos seguindo?

Fique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, TWITTER. Assine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

2 comentários

  1. Adoramos ficar em apartamento e temos usado bastante o Airbnb sem nenhum problema. Eu acho que acima de 3 dias já começa a valer a pena ficar em apartamento.
    Nossos filhos dormem cedo, então fica difícil jantar fora. A gente investe num bom almoço e deixa o café da manhã e jantar para o apartamento.
    Já ficamos em apartamentos em Gramado, São Bento do Sapucaí (SP), Berlim, Paris, Londres, Lisboa, Edimburgo e agora ficaremos em Turim, mas é uma crescente a preocupação com a legalidade da prática nas grandes cidades. Já li reportagens de pessoas que foram abordadas por autoridades locais e tiveram que deixar o apartamento no meio da viagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, que tenso!!! Por isso que é bom se informar sobre o destino, né? Eu também adoro me hospedar em apartamento. Acho a melhor opção para famílias, viu? Obrigada pela informação, Erika! Um abraço

      Excluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!