Campos do Jordão com crianças: as melhores atrações


Campos do Jordão é um destino típico de inverno, mas pode ser bacana o ano inteiro. Aliás, a cidade fica linda no outono, quando suas árvores mudam de cor, e lembra muito o fall folliage, como se estivéssemos no hemisfério norte. A época menos recomendada é o verão pois, apesar do clima ameno, o tempo pode ser chuvoso e atrapalhar a programação, já que as atrações mais bacanas são ao ar livre. Mas não vamos fazer drama! Você também terá o que fazer se São Pedro não colaborar!
Durante o dia, há atrações para todas as idades. Á noite, Capivari - o centrinho - fica agitado, com diversas opções de bares, restaurantes e chocolaterias! É bom lembrar que o centro comercial de Campos, é na Abernéssia. Capivari é o centro turístico e lugar mais vibrante da cidade, especialmente próximo à Baden Baden, que fica no "coração" do bairro.
Capivari - o centrinho de Campos
Depois de ir a Campos muitas vezes, com e sem criança, selecionei alguns passeios que considero os mais bacanas para fazer com os pequenos e que agradam adultos, também!

Horto Florestal

Este é um passeio que, na nossa opinião, tem que ser prioridade! Sempre é nossa primeira opção de passeio em Campos! O parque é lindo e super bem cuidado.
Horto Florestal Campos do Jordao
O programa perfeito inclui passar antes em um mercado (tem um Pão de Açúcar super ajeitado na Abernéssia) e comprar uns quitutes para fazer um pique nique.
Horto Florestal Campos do Jordao

Mas se essa não for a sua pegada, tudo bem... tem um restaurante super bonitinho lá (Dona Chica). Ou, você pode ir cedo e almoçar mais tarde em um dos muitos restaurantes que ficam no caminho. Já provamos e gostamos do Harry Pisek, especializado em comida alemã e da Quicherie Bistrô, que serve refeições, quiches e doces maravilhosos.
Horto Florestal Campos do Jordao

Horto Florestal Campos do Jordao
em 2011, com 3 anos

Horto Florestal Campos do Jordao
e agora com 9!!

A área do parque destinada a piqueniques tem mesas, árvores deliciosas e uma bica de água potável, sempre fresquinha. Além disso, fica vizinha ao viveiro, onde você pode até comprar mudas de araucária e outras plantas! O playground, com brinquedos feitos em madeira, também fica próximo. 
Horto Florestal Campos do JordaoDá para passar o dia no horto, fazendo caminhadas, brincando nos parquinhos e até se juntando a outros turistas em um passeio de trenzinho, dentro do parque. Só não indico para dias chuvosos!
Algumas destas fotos do horto foram tiradas durante o outono (maio/2017), época em que ele fica especialmente bonito, por causa da mudança nas cores das árvores e o chão fica coberto de folhas de plátanos (parecem a folha do bordo, do Canadá).
Preço: R$ 13,00 (inteira) e R$ 6,50 (meia - estudantes, professores, crianças e idosos)
* No caminho para o Horto, há um borboletário, mas ainda não conhecemos.

Bosque do Silêncio

Próximo ao centro da cidade, o bosque tem algumas atrações feitas para agradar principalmente os pequenos. O bacana é que é grátis para entrar. Você só irá pagar separadamente pelas atividades como: arborismo, mini golfe, tiro com arco e flecha...
Mini golfe

A trilha para passear pelo bosque também é muito bonita e no local há um café bem gostoso. Nós passamos lá comer um doce no final da tarde, enquanto as crianças brincavam no mini golfe! Ideal para passar umas horinhas da tarde ou da manhã.

Museu Felícia Leirner

Um museu a céu aberto, com esculturas espalhadas por um belo jardim. Na área, fica também o auditório Cláudio Santoro, onde acontecem apresentações musicais durante o festival de inverno. 
campos do jordao
O ano todo, é um passeio muito agradável. Fomos com o Léo ainda pequenininho e ele se divertiu muito com as esculturas! Saiba mais no site do museu
Entrada: inteira - R$ 10,00/ Meia: R$ 5,00 (estudante e idoso)
em 2009 - com 1 aninho!!

Parque Amantikir

Um parque que reproduz jardins de diversas partes do mundo, foi construído em uma área antes destinada a um haras. Ao todo, são 26 jardins e 700 espécies de plantas. Um lugar pra tirar muitas fotos lindas!
Foto: Wânia Contiero
Os jardins mudam bastante ao longo do ano e a cada estação, é uma experiência diferente. Nós ainda não conhecemos o Amantikir, mas minha irmã e minha cunhada já levaram as crianças e gostaram muito da experiência.
Foto: Wânia Contiero

Preços: inteira - R$ 40,00/ Meia: R$ 20,00/ Crianças até 5 anos não pagam.
(Vale dizer que famílias têm desconto). Mais informações no site do Amantikir

Tarundu

O lugar, onde antes funcionava um haras, é bem bonito e tem muitas atividades como equitação, patinação no gelo, tirolesa e brinquedos diversos. Além disso, um restaurante bem bacana, um café e uma pousada. Uma coisa boa é que tem atividades "indoor" para os dias muito frios ou chuvosos. Mas prepare o bolso, porque além de pagar sua entrada, todas as atividades são pagas à parte.
Foto: Blog Malas e Malinhas

O parque fica aberto das 10h às 17h30 e os preços das atividades variam de R$15,00 a R$ 120,00 e inclui até aulas de equitação! (veja a tabela aqui!).

Passeio de trem até Santo Antonio do Pinhal

Neste passeio, conhecemos um pouco da história da ferrovia, que foi construída para transportar passageiros com doenças pulmonares, quando Campos foi "descoberta" como uma ótima alternativa para o tratamento de tuberculose, devido ao seu clima e à pureza do ar!
No início, os pacientes subiam a serra a cavalo, o que era desconfortável e até arriscado para pessoas que já estavam debilitadas. A ferrovia trouxe mais do que pacientes para receber tratamento: aos poucos, foram descobrindo como a região era linda e daí foi um pulinho para os endinheirados de São Paulo construírem casas majestosas na serra.
Ao fundo, a estação Emílio Ribas
O passeio sai da estação Emílio Ribas, no bairro Capivari e vai até a vizinha Santo Antonio do Pinhal. Se tiver oportunidade, conheça também esta simpática cidadezinha! Ah, uma curiosidade, é que o trem faz um "retorno" ao chegar ao fim da linha e a virada do vagão é feita manualmente!
Você pode reservar seu ingresso com antecedência pelo telefone (12) 3644.7409 ou email: central.reservas@efcj.sp.gov.br,

Com ou sem crianças: 

Indico esses passeios com ressalva: se sua(s) criança(s) é(são) mais quietinha(s), pode fazer sem medo! Talvez agrade mais os pais (a gente também quer passeio pra adulto, né? kk), mas eu acho judiação ir para Campos e não conhecer a Pedra do Baú ou até mesmo o Palácio da Boa Vista (que pode ser uma opção para dias chuvosos)

Pedra do Bau - Bauzinho

O lugar é lindo e tem uma vista incrível. A Pedra do Baú é um paraíso para quem gosta de alpinismo. Dá pra escalar por Campos ou São Bento do Sapucaí. Mas dizem que dá um medo danado (e é até imprudente) se não usar equipamento de segurança. Neste caso, é melhor subir com guia e em grupo. No lugar, tem também o bauzinho que presenteia com uma vista linda da Pedra do Baú. Pra chegar até lá, é uma pequena caminhada e muita contemplação!
Pedra do Baú (vista do Museu Felicia Leirner)
O caminho até a pedra tem curvas, como uma serrinha, então tem gente que enjoa um pouquinho. No Bauzinho, dá pra ir com crianças tranquilamente, é só não descuidar, por causa da altura das pedras!

Palácio da Boa Vista

Quando visitamos este palácio, a guia nos contou que Adhemar de Barros, então governador do estado mandou construí-lo no local porque havia uma disputa entre os estados de São Paulo e Minas, pelo município de Campos. Pra garantir o seu lado, ele o nomeou de edifício oficial e até hoje é residência de inverno do governador do estado. No local, há um acervo muito bacana de arte modernista, com quadros de vários artistas, como Tarsila do Amaral. Vale muito a pena a visita, mas talvez não interesse a crianças muito pequenas. Em todo caso, como a entrada é grátis, dá pra fazer uma visitinha rápida e brincar com as crianças no jardim! Mais informações aqui!
Foto: Giuliano Maiolini (Via Flickr)

Mosteiro de São João (das Beneditinas)

Este passeio é só pra crianças quietinhas (kkk), pois a atração é o canto gregoriano, que ocorre todos os dias às 17h45.

Além de apreciar canto, é possível comprar as geléias e outros produtos feitos no local, e passear pelo jardim. O passeio pode incluir uma passadinha na Chocolates Araucária, onde os pequenos (e grandes) podem observar a produção de chocolate, tomar um café ou chocolate quente e fazer algumas compras!



E ainda há muitas outras atrações que ainda não conhecemos, mas podem ser opções para quem vai passar mais tempo na cidade, como exemplo:
Lenz Gourmet
Fazendinha Toriba
Passeios de quadriciclo (no caminho para o Horto)
Pesca na Montanha (pesca de truta)
Horto Florestal 

Dicas:

- Se precisar comprar gorro, cachecol, luvas, etc: há uma feirinha ao lado da Igreja Matriz, na Praça Capivari, com preços bem convidativos!

- Se chover, confira esse post do Blog Tá Indo pra Onde? que indica passeios para dias chuvosos em Campos

- No caminho, pare para um café ou lanchinho no Leite na Pista!
"Quintal" do Leite na Pista

Onde se hospedar:

Das últimas vezes que estivemos em Campos, ficamos em apartamentos alugados e colônia de férias. Por isso, não posso indicar pousadas. Adianto que Campos não é uma cidade barata, mas se for em baixa temporada, é possível encontrar boas opções.
Deixo aqui o link com as opçoes do Booking. Se você reservar por este link ou pela caixa de pesquisa (nessa barra lateral à sua direita!) nós ganhamos uma pequena comissão! Que tal?
Fica aqui uma dica: quanto mais próximo ao centrinho (Capivari), melhor, pois na alta temporada é difícil até conseguir lugar pra estacionar por lá! A não ser que você esteja procurando só sossego mesmo...

Gostou do Post? Salve no Pinterest! 

Se você leu o post inteiro e ainda não tem certeza se esses passeios são interessantes, fique tranquilo(a)! No portal, na entrada da cidade, você pode pedir o seu guia de Campos, inteiramente grátis. Lá tem indicação de passeios, restaurantes e pousadas!

Já está nos seguindoFique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMPINTEREST, GOOGLE + e TWITTERAssine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

Um comentário

  1. Obrigada por linkar! Vcs vão sempre pra lá né? Eu fui várias vezes quando era criança/adolescente ai fiquei 20 anos sem ir e voltei esse ano rs. Mesmo ficando de domingo a 6a não deu pra conhecer td, por exemplo o Horto que vcs adoram, mas já estou fazendo planos para voltar mais frequentemente!

    ResponderExcluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo