Grand Canyon: onde se hospedar dentro do parque

Grand Canyon foi um dos primeiros e melhores destinos de nossa viagem pelo Arizona e California, no verão de 2016. E se você pensa que é só chegar lá e ficar contemplando a imensidão por alguns minutos, é melhor desconstruir esta ideia!

Para saber mais sobre este parque maravilhoso, veja nosso post: Grand Canyon: um guia para explorar o Lado Sul


Por que se hospedar no Grand Canyon?

Para quem quer aproveitar o tempo da melhor forma possível, recomendo encontrar acomodação dentro do parque (yes, we can!!!), pois daí fica possível ver o sol nascer, ou até ver as estrelas em uma noite de bom tempo!
Além de campings e RV Parkings ("estacionamento" para motorhome) há apenas 7 opções de acomodações dentro do Grand Canyon, sendo que uma delas fica às margens do Rio Colorado (Phantom Ranch) e atende quem faz a trilha para descer o canion. A maioria dos lodges são administrados pela empresa Xanterra. Fizemos nossa reserva por esta empresa, mas como procurei com pouca antecedência (cerca de 2 meses) só conseguimos vaga no Maswik Lodge. Mas antes de contar como foi nossa experiência, vamos falar rapidinho sobre as outras opções...

Yavapai Lodge 

Único hotel/lodge dentro do parque que não é administrado pela Xanterra, o Yavapai fica no centrinho comercial da vila, bem em frente ao mercado. Os preços (julho) variam de 148 a 214 dólares, de acordo com o tipo de quarto. Para ver fotos dos quartos e disponibilidade, visite o site (clique)


Bright Angel Lodge 

Fica bem pertinho da borda, na entrada para a trilha Bright Angel, caminho de quem desce até o platô, Indian Garden ou Rio Colorado. Há quartos com vista para o Canyon, e também há quartos com banheiros compartilhados. Os preços variam de 93 (banheiro compartilhado) a 217 (chalé com vista parcial). A sede é um edifício histórico e a maioria dos quartos estão distribuídos em chalés.
Grand Canyon Lado Sul

El Tovar 

(Ficará fechado de janeiro a abril de 2017) O hotel é histórico (1905) e também um dos melhores no parque. Imagino que ficará ainda melhor depois das reformas e restaurações. Os preços são meio salgados: podem variar de 217 a 538 dólares. Os quartos variam de 217 a 354 (guest room) e as suítes de 421 a 538 dólares. Pessoa extra por quarto, 14 dólares.
Grand Canyon Lado Sul
Imagem: http://www.grandcanyonlodges.com/lodging/el-tovar/

Kachina Lodge

O Kachina foi construído nos anos 60 e tem um estilo mais moderno. Localizado bem à borda (rim) do Canyon, tem quartos com acessibilidade e os preços variam de 225,00 246 dólares.
http://www.grandcanyonlodges.com/lodging/kachina-lodge/

Thunderbird 

Com características parecidas ao Kachina, o thunderbird também fica na borda e tem quartos acessíveis. Preços variam de 225 a 246 dólares.
Grand Canyon Lado Sul
Imagem: http://www.grandcanyonlodges.com/lodging/thunderbird-lodge/

Phantom Ranch

Localizado na base do Canyon, próximo ao Rio Colorado, esta é uma opção para quem vai fazer a trilha "Rim to River" (descer até o rio) e não pretende acampar. Acaba sendo uma boa ideia não levar barraca e diminuir o peso da mochila, né? Caso queira descer até o rio, mas pense que não tem preparo físico, considere fazer o passeio de mula. O Phantom Ranch também oferece refeições. Para saber preços, siga este link
Para saber tudo sobre as trilhas do Grand Canyon, veja este post aqui (clique)

Maswik Lodge

Achei ótimo me hospedar lá. É uma das opções mais econômicas dentro do parque e pelo que pude notar nas pesquisas, os preços não variam muito da baixa para a alta temporada (acho que a alta temporada dura o ano inteiro!! kkk). Os quartos ficam distribuídos em blocos e há o prédio central, onde funciona uma loja e um restaurante/mercado/pizzaria...
Grand Canyon Lado Sul
A maioria dos quartos (se não todos) são para não fumantes e os preços variam de 112 dólares (sem ar condicionado) a 215 dólares. O nosso quarto era simples, mas muito limpo. As camas eram confortáveis e os lençóis de boa qualidade. Enfim, eu penso que foi um preço razoável, considerando que estávamos dentro de um parque nacional. E não era qualquer parque... era o Grand Canyon!!
Eu estava com receio de reservar quarto sem ar condicionado, mas mesmo viajando no auge do verão, deu pra dormir tranquilamente, deixando uma fresta da janela aberta. Confesso que quando chegamos, achei o quarto quente e pouco ventilado, mas no final foi tudo tranquilo.
Uma coisa a notar é que este foi um dos poucos hotéis em que me hospedei nesta viagem que tinha lixeiras com coleta seletiva dentro do quarto! Adorei, né?

Grand Canyon Lado Sul
Pagamos 112 dólares (mais taxa) e não estava incluido o café da manhã. No quarto havia cafeteira e pó de café, então compramos algumas coisas no mercado e tomamos café no quarto mesmo. 

Mas para quem preferir, há opção de tomar café no hotel (não é buffet, mas há muitas opções para comprar e consumir no restaurante). À noite, jantamos na pizzaria: há opção de pedir por pedaço ou pizza inteira, e também pudemos tomar um chopp local: Grand Canyon Brewing Company. Muito bom, por sinal!!! 
Outro ponto positivo é que o hotel fica localizado em um bosque de pinheiros lindo - Ponderosa Pine Forest - e alguns animais aparecem para dar um alô! Sempre surgia uma lebre em frente ao nosso quarto! 
Grand Canyon Lado Sul

Fora do parque

Caso não encontre vaga em nenhuma dessas opções, o jeito vai ser ficar  em alguma cidade próxima ao Grand Canyon. Veja abaixo as opções de hospedagem pelo Booking:
Tusayan, a 11 km da entrada do parque (preços parecidos ou até mais caros que alguns lodges no parque). 
Valle, a 55 km da entrada (preços melhores, mas a cidade é bem pequena e não tem atrativos)
Williams, a 90 km (um pouco longe, mas a cidade fica na Rota 66 e é um charme!

Bom, é isso! Continue nos acompanhando! Ainda vai ter muito post sobre esta viagem pelo Arizona e California! E pra não perder nada, bora seguir o @trilhasecantos no facebookInstagram e através de nosso feed!

11 comentários

  1. Lili, eu ia querer ficar hospedada , mas de verdade, me interessaria na parte de fora dos hotéis mesmo....desse ser incrível acompanhar o por do sol assim, de camarote por aí né? :) Beijos

    ResponderExcluir
  2. Amei o lodge, com certeza ia querer ficar ali. Acho que vale para poder apreciar o parque por mais tempo, não é?

    Beijo,

    Clau
    @AsPasseadeiras

    ResponderExcluir
  3. Eu já estive 2 vezes no Grand Canyon e voltarei outras vezes se tiver oportunidade.É maravilhoso ! Gostei muito desse levantamento de hospedagens.

    ResponderExcluir
  4. Que post útil! Aqui em casa eu penso em ir ao Grand Canyon um dia, mas quando as crianças estiverem maiores! Adoraria ficar dentro do parque logo de uma vez, rs!

    ResponderExcluir
  5. Que post útil! Aqui em casa eu penso em ir ao Grand Canyon um dia, mas quando as crianças estiverem maiores! Adoraria ficar dentro do parque logo de uma vez, rs!

    ResponderExcluir
  6. Deu uma saudade do Grand Canyon. Ficamos no Yavapai Lodge. Chegamos no final do dia e tinha neve em frente a nossa cabana. Dentro quentinho, uma delicia. Super recomendo o Yavapai.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal! Imagino que seja bom mesmo, pelo que vi no site!!!

      Excluir

Queremos saber sua opinião! Deixe um comentário!!!

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo