Visitando a menor destilaria de Whisky da Escócia

Em nosso roteiro pelo Reino Unido, ficou um dia "em aberto" que estaríamos em trânsito entre o País de Gales e Inverness na Escócia. A ideia era ir meio "na louca" até encontrar algum lugar interessante. Mas como eu não aguento fazer uma viagem sem muito planejamento, tracei o caminho no google maps e fui fuçando cidades pequenas ao longo do caminho (isso é particularmente interessante, quando se vai dar só uma paradinha para dormir...). Fui parar em Pitlochry, cidadezinha que já fica na porta de entrada das Highlands, e descobri que lá ficava a menor destilaria de Whisky da Escócia. Achamos bem interessante e a cidade era descrita como linda e pitoresca. Fazer o que? Reservei o hotel, né?
Edradour - menor destilaria da Escócia

Ao pesquisar sobre a destilaria, fiquei sabendo que não era permitida a entrada de crianças (sensato, né?), por isso o Eduardo fez a visita sozinho. Mas ele conta tudo pra gente!

Edradour - orgulhosamente a menor destilaria da Escócia:

Quando se fala em menor destilaria, é bom esclarecer umas coisinhas: se você ouviu dizer que um "amigo do primo do seu vizinho, que mora na Escócia" fabrica whisky na garagem de casa, é provável que seja verdade. Mas a Edradour é a menor destilaria legalizada, pois existem destilarias caseiras e até móveis. Imagina só: você coloca a parafernália na Kombi e fala para os amigos: "vou ali fazer whisky e já volto"!
Na Edradour, o whisky é produzido em pequena escala, de forma tradicional, incluindo alguns equipamentos que não existem mais em destilarias comerciais. Lá, só produzem single malt - usando apenas água, malte de cevada e levedura para fermentação. 
Só pra fazer uma comparação, a Johnny Walker, por exemplo, usa milho e malte de cevada, o que obriga a classificar seu whisky como blend.

A única atividade que não é mais realizada na Edradour é a maltagem de forma tradicional que foi terceirizada para maltarias maiores da cidade de Inverness. Isto porque este tipo de maltagem (secagem da cevada com uso de equipamentos tradicionais) traz problemas ocupacionais pela inalação de fumaça. 

A Edradour também é especializada em envelhecimento de whiskys raros, o que inclui produtos de destilarias que já nem existem mais. No passado, eles compraram lotes de outras destilarias e estão envelhecendo lá, sendo que o lote mais antigo que é de 1959.
Porém a jóia rara da Edradour é o envelhecimento de seus whiskies em barricas de carvalho usadas inicialmente em vinhos de tradição européia (madeira, super toscano) ou eventualmente em carvalho americano que já tenha sido usado em Bourbon.

Sobre a visita:

- O primeiro horário de visita e às 10 horas da manhã.
- São oferecidos 2 tipos de whisky e um licor para degustação.
- A visita custa 7 libras e, além da degustação, você vai levar para casa uma taça do modelo tradicionalmente usado pelos degustadores.
- No início, é apresentado um vídeo de pouco mais de 10 minutos e depois é feita visita às instalações.

- A visita dura aproximadamente uma hora e termina na loja, onde os funcionários também orientam sobre os produtos.
- Na loja, há vários rótulos que variam quanto ao envelhecimento, no tempo e no tipo de barril em que foi envelhecido, etc.
A taça usada na degustação e um dos rótulos vendidos na loja da Edradour
E aí, já tinha ouvido falar desta destilaria? Conhece alguma outra na Escócia, ou em outro país? Tem alguma dúvida sobre o post? Deixe um comentário!!!!

Gostou deste post? Então, que tal reservar o hotel de sua próxima viagem pelo Booking, através de nossa parceria? Você não paga nada a mais, e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir este link aqui!, ou usar o banner abaixo:


Já está nos seguindoFique por dentro de todas as postagens, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMGOOGLE + e TWITTERAssine também nosso FEED! Assim, você não perde nenhuma novidade!

16 comentários

  1. Que delícia de viagem gente. Estou encantada. Adoro um bom whisky. Aproveitaria demais essas degustações! hahaha

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nathalia, já estou morrendo de saudades da Escócia - embora eu não ligue muito para whisky...rsrs

      Excluir
  2. Olha só que legal! Moro em Londres desde 2010 e não tinha parado para pensar em como poderíamos explorar os arredores !!!! Obrigada pelas dicas maravilhosas.
    Beijocas]
    Li
    http://criandofilhospelomundo.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uau! Que delícia morar em Londres!!! Bora explorar o Reino Unido!!! bjs e obrigada!

      Excluir
  3. Fantastico, acho incrivel poder conhecer os locais de onde vem bebidas, comidas que curtimos... Interessante!!

    ResponderExcluir
  4. Que belo post! Eu também adoro ir fucando no google maps e descobrindo coisas legais. Sua dica é preciosa. Legal mesmo. Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Tati!!! O google maps é meu guia supremo...rsrsrs

      Excluir
  5. Escócia é um destino dos sonhos! Muito legal esta dica de passeio!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Érica, a Escócia é linda, viu? Esta cidadezinha onde fica a destilaria é um charme só!!!

      Excluir
  6. Desejo agora mesmo isso tudo aí... e muitos shots. Hehehehe Lindo post Lili. ;)

    ResponderExcluir
  7. Que interessante! Meu marido ia adorar! E achei bem bacana o rapaz de kilt tocando gaita de fole! Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... os maridos adoram!!! hehehehehe Eu não fui desta vez, quem sabe da próxima!!

      Excluir
  8. Que passeio inusitado! Está aí, não sabia que havia "taça" para whisky, sempre tomei de copo!rs Escócia deve ser muito interessante. Desde de que via o Tio Patinhas com seus trajes típicos na infância, tenho vontade de conhecer!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, que massa!!! Eu não me lembrava do traje do tio Patinhas... já entendi porque ele economizava tanto... era para gastar em libras...kkkk

      Excluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Back to Top