Serra Catarinense: roteiro e dicas

Fizemos um roteiro de carro pelo sul no inverno de 2014. Nosso objetivo principal era conhecer as cidades de São Joaquim e Urubici, que ficam na Serra Catarinense. Por uma questão de "logística" e interesses, acrescentamos Blumenau e Curitiba ao nosso roteiro. Saindo do interior de São Paulo, foram pouco mais de 7 horas até Blumenau, onde ficamos por 3 noites. Os passeios que fizemos em Blumenau, já contei neste post aqui.
Morro da Igreja
Pedra Furada no Morro da Igreja
De Blumenau, seguimos para São Joaquim e fizemos um trajeto longo, passando pela Serra do Rio do Rastro. O caminho foi meio cansativo, mas as paisagens compensaram o esforço! 
Serra Catarinense
No alto da Serra do Rio do Rastro
Sul do Brasil
A imensidão da serra - um lugar impressionante
De lá, chegamos em São Joaquim, onde passamos duas noites. Em um dos dias que estivemos em São Joaquim, pegamos uma estrada rural e chegamos até o Cânion de Montenegro, em São José dos Ausentes, no estado do Rio Grande do Sul. Foi um passeio lindo e um perfeito dia de férias em família! Saindo de São Joaquim, atravessamos matas e matas de araucária e até vimos uma gralha azul (ave que dissemina estas árvores). Após cruzarmos o Rio Pelotas e entrarmos no Rio Grande, a paisagem muda, mas continua linda!
Santa Catarina
Arredores de São Joaquim
O destino a seguir foi Urubici, que conhecemos em dois dias, visitando pontos turísticos como a Cascata do Avencal e o Morro da Igreja (este lugar é chamado "Sibéria Brasileira"). Contei tudo neste post aqui.
Urubici
Morro da Igreja - Pedra Furada

Urubici
Cascata do Avencal vista do mirante (à esquerda) e vista ao final da trilha (à direita)
Saindo de Urubici, o nosso último destino foi Curitiba, uma das minhas cidades favoritas, onde passamos mais três noites.

Distâncias:

Para dar uma melhor ideia do nosso roteiro, veja o mapa e as distâncias entre as principais atrações da serra:
Nosso trajeto por Santa Catarina (fonte: Google Maps)
As distâncias entre alguns pontos de interesse (google maps):
Orleans à Serra do Rio do Rastro: 36,9 km (47 minutos)
Serra do Rio do Rastro a São Joaquim: 55,6 km (52 minutos)
Serra do Rio do Rastro a Urubici: 84,3 km (1h 16 minutos)
São Joaquim a Urubici: 61,5 (59 minutos)

Sem dúvida, o melhor jeito de se locomover por lá é de carro. Estávamos de 4X4, mas se não chover, dá para explorar muito bem a região da serra com carro comum de passeio.

Hospedagem:

Como eu já contei antes, fiquei com a impressão que a região da Serra Catarinense ainda não é muito explorada pelo turismo. Em Urubici, cheguei a ver pousadas que não tinham nem site na internet... Ainda assim esta cidade tem mais opções de hotéis e pousadas do que São Joaquim (veja aqui link para hotéis em São Joaquim). 
Serra do Corvo Branco, em Urubici - mais uma belezura da Serra Catarinense!
Outra opção para quem procura descansar e engordar (rsrs) são hotéis-fazenda. A Andrea do blog Do RS para o Mundo, me indicou o Hotel Fazenda Serra do Panelão, mas eu estava procurando uma pousada na cidade mesmo e acabei me hospedando na AconchegoA pousada é simples, mas a hospitalidade foi enorme! Como reservamos de última hora, ficamos em um quarto na parte interna da pousada (antiga casa dos proprietários), mas os quartos da ala nova foram construídos recentemente e são melhores! (Veja também todas as opções pelo booking!).

Algumas dicas:

- A grande atração no inverno da serra catarinense é o frio, chegando até a nevar. Se for só isso que está procurando, vale a pena ficar de olho na previsão do tempo. Mas cuidado para não ficar sem hospedagem, pois as opções não são muitas.
- Há menos opções de vinícolas na serra catarinense, do que na serra gaúcha. Mas não subestime os vinhos de altitude de São Joaquim!! O nosso favorito de lá é o Utopia, da Quinta Santa Maria (custa cerca de R$ 80,00 a garrafa).
- Urubici é mais turística que São Joaquim. Assim, há mais opções de hospedagem lá, além de maior número de atrações na cidade e no seu entorno.
- As estradas pelo interior de Santa Catarina nem sempre são boas ou bem sinalizadas. Penamos bastante para achar alguns caminhos e algumas estradas estaduais (SC) não eram mais que caminhos de terra. Mas entre Orleans, Bom Jardim, São Joaquim e Urubici, não tivemos maiores problemas.


Espero que tenham gostado! No post, há links para o Booking, nosso parceiro! Se fizer reservas através de nosso blog, você pagará o mesmo preço e ganharemos uma pequena comissão.

E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!! Assine nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

2 comentários

  1. Olá! Parabéns pelo blog! Eu vou viajar 3 dias em junho e estou em dúvida entre 'Gramado/Canela' e 'São Joaquim/Urubici. Me parece que a serra gaúcha é bem mais bonita e tem mais atrativos; por outro lado as baixas temperaturas catarinenses me instigam. Poderia me dar alguma sugestão? Obrigado!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Walter, eu gostei bastante da Serra Catarinense, mas preciso confessar que a serra gaúcha tem mais atrativos. A decisão depende muito de onde você estiver. Como são poucos dias, de repente poderia deixar a serra gaúcha para outra oportunidade. Só uma dica: Urubici é mais turística que São Joaquim! Se hospede por lá!

      Excluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo