As cidadezinhas mais bonitas de Quebec - o Caminho do Rei

Começamos nossa viagem no Canadá, por Montreal e o nosso segundo destino foi a cidade de Quebec. Percorremos este trecho de trem, passando muitas vezes pelos quintais de casas charmosas e lugares tão encantadores, que chegavam a parecer cenários. Eu havia lido sobre a rota chamada "Caminho do Rei", então reservamos um dia para alugar um carro e visitar algumas cidadezinhas desta rota. 
Cidadezinhas lindas no "Caminho do Rei" - Aqui o "Vieux Chemin" (Caminho Velho) em Cap. Santé

O Caminho do Rei

O trajeto chamado "Chemin du Roy" (Caminho do Rei) é a estrada mais antiga do Canadá que, desde 1737, liga as duas maiores cidades da "Nova França" (como o Canadá era então chamado). O nome do percurso foi uma homenagem ao Rei Luis XV da França, embora este nunca tenha estado lá... 

Para seguir este trajeto é preciso pegar a Rodovia 138, mas o desafio foi descobrir por onde começar o bendito caminho, pois havia pouca sinalização. Penamos até encontrar a direção para St-Augustin-de-Desmaures, onde visitaríamos uma produtora de xarope de bordo. Dali foi tudo menos complicado, pois as cidades são realmente pequenas, ficando mais fácil se manter na rota. 
Mapa com algumas das cidades no "Caminho do Rei" (Fonte: http://www.beauxvillages.qc.ca)

Erabliére - uma produtora de xarope de bordo

É da província de Québec que sai quase 80% da produção de xarope de bordo (Maple Syrup) do mundo. Assim, um passeio ao Quebec nunca é completo sem visitar uma "Erabliére" (outros nomes: Cabanne a Sucre, Sucrerie, ou ainda Sugar Shack). 
Erabliere Chemin du Roy - produtora de Maple Syroup

Uma festa dedicada ao "Maple Syrup"

Na Erabliere Chemin du Roy fizemos uma visita guiada em que nos contaram um pouco da história e explicaram sobre a extração da seiva do bordo e fabricação dos produtos. Lá nos disseram também que entre o final de março e o começo de abril, muitas produtoras do Maple Syrup realizam um festival com música, comidas típicas e, claro, xarope de bordo! Normalmente ainda há neve no chão e as pessoas pegam o extrato de xarope quente e fazem um pirulito na neve! Confesso que fiquei com vontade!!! 
Após a visita, seguimos com destino a Cap Santé, passando rapidamente por Donnacona. Mas, por mais estranho que isso possa parecer, não encontramos lugar para estacionar antes de Cap. Santé. 


Cap Santé

Tinha "favoritado" esta municipalidade para conhecer. Parei em um posto de gasolina pedir informação e conheci uma figura que se denominava Nicolas le Jardinier. Aí comecei a "assuntar" e perguntei se ele achava que algum dia o Quebec iria se separar do Canadá... Nicolas até ergueu a voz para responder um entusiasmado "I hope so!!!" (espero que sim!). Se você se interessou por este quebecoise separatista convicto, gostará de ver sua foto e de sua pousada aqui. Nicolas nos indicou o Café de La Place para almoçarmos, bem ao lado da igreja (Presbítero) de Cap. Santé. Gostamos muito!
Vieux Chemin - Cap. Santé
Em Cap Santé a maior atração são as casas da rua "Vieux Chemin". Várias delas são antigas casas de camponeses do século XIX.
O "nosso" carro, no "Vieux Chemin" em Cap. Santé

Casa no Vieux Chemin


Casa do Século XIX e seu simpático morador

Vieux Chemin - Cap Santé


Na plaquinha lê-se em francês: Casa de camponês do Século XIX, em estilo "quebecoise"


Assim como Cap Santé, muitas cidades ficam às margens do Rio São Lourenço

Deschambault

Depois de almoçarmos, tocamos para Deschambault, uma cidade também pequena, que conserva muito do seu patrimônio arquitetônico.
Detalhe da fachada da prefeitura de Deschambault


Antigo presbítero de Deschambault
Lá, conforme o planejado, visitamos o antigo presbítero. Depois, passeamos pelas ruas e tomamos um sorvete no Magasin Paré.
Magasin Paré - mercado do Século XIX em Deschambault 
Em seguida, tomamos a direção do Velho Moinho de Chevrotiére. Lá há um museu e um bosque, onde percorremos uma trilha entre árvores de bordo.
Antigo Moinho de "La Chevrotiére"


Casa no entorno do Moinho de "La Chevrotiére"
Enfim, conhecemos lugares muito bonitos, e durante o trajeto, pudemos perceber que as cidades são bem menos visitadas que Quebec e tinham poucos turistas, tornando o passeio ainda mais agradável.
Para quem quiser fazer a rota com calma, as cidades contam com opções de pousadas ou Bed and Breakfast (veja aqui as opções em Deschambault).


Mapa de Quebec a Montreal, pela 138 - Caminho do Rei (clique para zoom)


Hospedagem
Se estiver procurando hospedagem na região de Quebec ou em qualquer outro lugar, reserve pelo Booking, nosso parceiro! É só clicar no banner abaixo:



Espero que tenham gostado de nosso passeio pelo Caminho do Rei!


E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!!
Assine também nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

6 comentários

  1. Devo concordar com você: o Caminho do Rei é belíssimo mesmo! E adorei seu post com fotos lindíssimas :)

    ResponderExcluir
  2. Adorei as fotos!!! E vou explorar muito seus posts, nossa família cogita uma mudança para o Canadá, além de lá ser o nosso destino das férias 2016 (apesar de não termos comprado nada ainda, haha). E será que o Quebec separa do Canadá um dia?Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Que delícia de viagem!!! Amei as casas e nada melhor do que visitar cidades em sua essência, sem muita interferência para agradar aos turistas.
    Beijocas
    Li
    http://www.criandofilhospelomundo.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda não conheço o Canadá mas tenho muita vontade de ir,talvez isso aconteça em 2016. Esse roteiro que vocês fizeram passa por lugares super gracinha. Já estou com água na boca.

    ResponderExcluir
  5. Que lugares mais fofos! Ainda não visitei o Canadá, e confesso que sempre tive mais vontade de passear por Vancouver. Com o seu post, estou curiosa pelo que posso achar no outro lado. Admito que o francês me assusta um pouco, mas vamo que vamo e todo mundo se entende na mímica =)

    ResponderExcluir
  6. Nossa,que lugar lindo! Amei as fotos! Gente, que casinhas de sonho :) Amei!
    Não conhecia esse Caminho dos Reis e fiquei apaixonada!
    Beijos

    ResponderExcluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo