Estrada Romântica na Alemanha - parte 2

Começamos a Estrada Romântica a partir de Würzburg. No primeiro dia, percorremos 172 quilômetros, parando em Röttingen, Rothenburg od der Tauber, Dinkelsbuhl e dormimos em Nördlingen, conforme contei aqui. Neste dia, nosso destino final seria Füssen, e a parada principal seria em Landsberg am Lech.
Landsberg am Lech
Logo ao sair de Nordlingen, não estávamos encontrando o caminho  e parei para pedir informação a um motociclista (a Romantische Strasse nem sempre é bem sinalizada). Ele foi muito gentil, dizendo que era caminho dele e que poderíamos segui-lo. Este trecho da estrada prometia, pois adentraríamos a região da Bavária, em um trecho de paisagem alpina.

Landsberg am Lech

Esta pacata cidade da Bavária é muito lembrada como o local de prisão de Adolf Hitler. Isto ocorreu nos anos 20, muito antes de ele ter se tornado tão conhecido. E foi desta feita que escreveu o livro "Mein Kampf" - Minha Luta. O curioso é que eu perguntei pelo local no centro de informação turística, e o rapaz me olhou com estranheza, respondendo que lá ainda era um presídio. 
Mas há muito mais do que isso em Landsberg. A cidade é muito linda! Uma das mais lindas da rota! E além disso, é considerada uma das cidades com melhor qualidade de vida da Alemanha.
Rio Lech em Landsberg
O Rio Lech, que corta a cidade, era o local mais procurado neste domingo ensolarado. Há um balneário (Inselbad) à beira do rio, mas havia fila para entrar e era preciso pagar uma taxa.
Banhistas no Rio Lech
Um passeio pela cidade deve incluir uma visita à Praça Haupt (Hauptplatz), com vários prédios de fachadas em estilo barroco, destacando-se a prefeitura antiga e a torre Schmalz (mais antiga da cidade). 
Hauptplatz em obras, com a Schmalzturm (torre) ao centro
Fachada da prefeitura antiga - logo ao lado fica o 
Centro de informações turísticas
Também ali pertinho fica a Igreja matriz. Era domingo e estava havendo missa. Após o término, entramos para conhecer seu interior. Pude notar que ainda se preserva o costume (embora nem tão frequente) de se usar o traje típico tirolês para assistir a missa. 
A poucas quadras dali se encontra a Johanniskirche, projetada por Dominikus Zimmermann (o mesmo que projetou a antiga prefeitura e a Wieskirche em Steingaden)
Interior da Johanneskirche - projetada por Dominikus Zimmermann
Após ficarmos um tempo em Landsberg, partimos para conhecer a Wieskirche, patrimônio mundial da humanidade, que fica em Steingaden, a 50 km dali. Não tenho fotos do interior da igreja (acho que não era permitido fotografar), mas é encantador: não me esqueço da combinação de mármores azuis e rosas nas colunas. É um local de peregrinação desde o século XVIII, por milagres atribuídos a uma imagem do Cristo flagelado.
Wieskirche
Neste ponto a Estrada Romântica se cruza com a Alpenstrasse (estrada alpina). Não deve ser nada mal fazer este trajeto... Caso se interesse em conhecer também a estrada alpina alemã, informe-se aqui.
Estrada Romântica
Placa sinalizando a Estrada Romântica e a Estrada Alpina Alemã
Após visitar a igreja, paramos para almoçar na Gasthof Graf em Steingaden. Achei a pousada tão simpática que deu até vontade de dormir lá...
Estrada Romântica Alemanha
Paisagem alpina próxima a Füssen

Füssen

Chegamos em Füssen à tarde e na recepção do hotel nos perguntaram se queríamos nadar. Aceitamos a sugestão e tocamos para o Balneário (Bad Faulenbach) , tomar banho no lago. Nós, brasileiros, somos mimados com um litoral gigantesco, mas adoramos a experiência de nadar em um lago alpino. 


Bad Faulenbach
Lago  - Obersee - Bad Faulenbach em Füssen
Vale dizer que a atração principal de Füssen não fica exatamente em Füssen... O castelo de Neuschwanstein, que recebe quase um milhão e meio de visitantes por ano, fica em Schwangau. Assim como o castelo Hohenschwangau, também idealizado por Ludwig II, rei da da Bavária. Este rei construiu diversos castelos e embora Neuschwanstein seja o mais conhecido, ele nunca chegou a morar lá. Para uns, Ludwig era louco, para outros, visionário. O fato é que este castelo perto de Füssen é a atração que mais recebe visitantes na Alemanha.
 Castelo de Neuschwanstein
Castelo de Neuschwanstein visto da Marienbrücke ("Ponte de Maria")

Castelo de Hohenschwangau
Castelo de Hohenschwangau, visto do caminho para subir ao Neuschwanstein
Füssen é mais procurada para hospedagem, pois tem uma estrutura melhor de comércio, hotéis e restaurantes. Achei muito bom ficar aqui, mas em Schwangau há opções de hotéis com vista para o castelo.
Füssen
Rua central em Füssen - aqui há vários restaurantes
Enfim, esta foi nossa experiência pela Rota Romântica. Daria para fazer até mais coisas, pois há várias cidades que não visitamos. Mas fiquei satisfeita com o tempo que passamos nesta região e, no final das contas, há cidadezinhas muito parecidas. Conversando com várias pessoas e lendo blogs, acabamos elegendo apenas algumas cidades a serem visitadas e acho que fizemos uma boa escolha. Não fizemos nenhum passeio com pressa, mas é bom não esquecer que fomos no verão. Para viajar no inverno, com dias mais curtos, seria válido ficar mais um dia.


E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!!
Assine também nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

2 comentários

  1. Ola Liliane, parabéns pelo blog. Vc lembra que locadora usou para alugar carro, lembra de qto saiu por dia com seguro e tudo? Muito obrigada! Andrea.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andrea, obrigada! Não me lembro quanto saiu... foi em 2013... Mas na Europa, eu costumo alugar com a Europcar e tem dado bem certo!

      Excluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Back to Top