Toronto, Canadá, no inverno: a viagem da Talita

Toronto é uma das cidades mais visitadas no Canadá! A cidade tem muito a oferecer em qualquer estação. Hoje, você irá conferir como foi a viagem da Talita e do marido, em fevereiro de 2016!

"Saímos do Aeroporto Internacional de Guarulhos – GRU-SP, pela Air Canada direto para o Aeroporto Internacional Pearson de Toronto. 

Chegada ao aeroporto e imigração

Primeira sensação: muitoooo frio! Mas nada que um casaco, touca, luvas e cachecol não resolvam! rs... Ansiedade a mil, e como eu tropeço no inglês, não desgrudei do meu esposo, pois ele se vira muito bem e temos que passar por algumas perguntinhas pela alfandega. Então duas dicas: vá sabendo inglês ou com alguém que saiba! Ah e tenha os documentos em mãos, como passaporte, hospedagem, pois pode ser solicitado!
 Após passar pela alfandega a primeira coisa a fazer foi trocar o dinheiro por moedas para poder pegar o transporte público e chegar até o Hotel reservado! SIMMM eu disse transporte público e nada de Taxi, porque lá o TTC (como é chamado) funciona lindamente! E é claro que fomos trocar esse dinheiro saboreando as delicias do Tim Hortons! Meu Deus, só de lembrar sinto o gostinho daquelas maravilhas!
Biblioteca
Como chegamos bem cedinho ao hotel, aproveitamos para conhecer lugares ali por perto.
Primeiro lugar a conhecer bem próximo do hotel foi o shopping Toronto Eaton Centre, encantador, com 230 lojas. O shopping está ligado ao PATH, sistema de shopping subterrâneo, e também ao metrô, por isso, além de ser um lugar que as pessoas visitam para fazer compras, é também um ponto de passagem para aqueles que não querem enfrentar o frio que faz em Toronto durante o inverno. 

Sabe aquela sensação de frio e calor ao mesmo tempo? Então é assim que me sentia entrando e saindo desses lugares aquecidos! Rs 


Como se locomover

Toronto, definitivamente, foi feita para se explorar a pé! No segundo dia compramos o famoso Weekly Pass – um cartão semanal, que você paga um valor por ele (não me recordo quanto), é válido de segunda a domingo e tem direito de se locomover de transporte público o dia inteiro, durante a semana inteira enquanto ele estiver na validade! Ele pode ser adquirido em qualquer estação de Metrô da cidade. Com esse cartão, fizemos um tour pela cidade, conhecendo sua beleza, que apesar de ser uma cidade grande, é muito limpa e organizada!

Algumas dicas de passeios:

Ainda aqui no Brasil, compramos o City Pass, pelo site oficial. Com ele você terá direito a visitar os principais pontos turísticos de Toronto e o melhor: você irá economizar alguns dólares com isso.
Os pontos oferidos pelo City Pass são: CN Tower, Casa Loma, Toronto Zoo, Royal Ontario Museum e Ontario Science Centre. A partir da primeira visita à primeira atração, o turista tem nove dias seguidos para percorrer os demais pontos sem que o boleto expire. 

  CN Tower

Com 553 metros de altura (simmm... muito alta!), a CN Tower é o marco que todos procuram no horizonte de Toronto e a diversão já começa dentro do elevador panorâmico, que é transparente - uma experiência única. Mas observe com atenção, pois ele desce bem rápido! rs. A torre está situada na parte central da cidade, próxima ao Lake Ontario e ao estádio Rogers Centre.
A CN Tower apresenta dois decks de observação, sendo o primeiro a 346 metros e o segundo a 447 metros de altura. A vista lá do alto é sensacional! Além disso, outra atração que gera muitas expectativas é o famoso glass floor – chão de vidro (achei um pouco fraquinho), mas vale a pena. Na torre tem também o restaurante giratório 360, mas esse passaporte não te dá acesso, caso queira, tem que pagar a parte.

       Casa Loma

A Casa Loma é um palácio com estilo neo-romântico, construído em 1911 e foi a residência de Sir Henry Pellatt – um riquíssimo economista, mas que por problemas financeiros teve que abandonar a mansão alguns anos depois. Castelo Ma-ra-vi-lho-so! Enorme! 

Com todas as mobílias antigas, e sem contar que serviu de cenário para vários filmes! Não deixe de subir nas torres e observar a vista privilegiada da cidade em vários ângulos!

        Royal Ontario Museum e Ontario Science Centre

Para quem gosta de  visitar Museus, uma ótima oportunidade de conhecimento. Mas o melhor: Ontario Science Centre, pois você pode interagir com as experiências! Demais, muito bom para as crianças também!

         Toronto Zoo

O Toronto Zoo é considerado o maior zoológico do Canadá e apresenta mais de 450 espécies de animais, sendo o urso polar uma das principais atrações. O zoológico é enorme e está divido em vários pavilhões. Logo na entrada você recebe um mapa. Não deixe de acompanha-lo, pois é e-nor-me! Nós fomos em um dia congelante e por isso, alguns animais estavam restritos para visita. Não que eu ache legal ver os animaizinhos presos, mas esse Zoo está de parabéns, pois os animais encontram-se  em condições de respeito e em lugares de acordo com o seu habitat natural! Impressionante! Algo interessante e que merece ser mencionado é que há vários trabalhos de pesquisa, reprodução, conscientização e conservação animal.

        Onde comer

O Canadá é uma mistura de pessoas, de todo lugar do mundo! Então é difícil dizer que existe uma comida típica, lá você encontra muitos restaurantes Tailandeses,  comida Japonesa, Grega, ahhh e tem também a rua dos brasileiros (mas não tivemos curiosidade de conhecer). O que mais saboreamos por lá foi fast food e Tim Hortons! Por favor se for para o Canadá não deixe de provar as delícias do Tim Hortons! Você vai se lembrar disso quando experimentar! Rs

       Onde se hospedar

Escolhemos nos hospedar no Comfort Hotel Downtown, hotel maravilhoso, com direito a café da manhã, localizado no centro de Toronto, perto de tudo, restaurantes, metrô, drogarias... (Para ver todas as opções de hospedagem pelo booking, nosso parceiro, clique aqui!)

        Compras

Vá conhecer os Outlets! Preços irresistíveis! Rs ! O melhor: Vaughan Mills – Fica na cidade de Vaghan. Não é tão perto, mas se vai de ônibus! Você não vai se arrepender!

       Algumas dicas se for no inverno:

Não se precipite comprando casacos, botas, gorros, luvas e todo o aparato de inverno no Brasil. O Canadá possui lojas especializadas por um custo muito mais modesto. Compramos casacos por menos 25 dólares no Canadá!
Por exemplo : O Walmart canadense, costuma vender luvas por 80 centavos e gorros de 2 dólares. Existe também o Dolarama (Ahhhh o dolarama!): uma loja de tudo por C$1,00 em média, onde você encontra varias pechinchas. Tipo o nosso 1,99 do Brasil, mas com coisas bem mais interessantes!
Ah, e o mehor não deixe de patinar no gelo! Você paga 10 dólares para alugar  um par de patins por 2 horas! É incrivelllll!
Não pense duas vezes para visitar o Canadá, vá e explore ao máximo, ande a pé, de ônibus, de metrô.  Programe-se! Ficamos por 10 dias lá e digo ficaria mais se possível!"
Muito obrigada pelo seu relato e pelas lindas fotos, Talita! Confesso que fiquei com uma baita vontade de voltar ao Canadá e conhecer Toronto! Ou pelo menos comer um muffin de blueberry do Tim Hortons! 
Ah!! A Talita é fotógrafa e se quiser conhecer um pouco mais do trabalho dela, siga na fanpage: Art & Photografia
Pronto! Agora é só planejar sua viagem! Por falar nisso,que tal fazer suas reservas através de nossos parceiros? Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão!
 O Trilhas e Cantos tem parceria com o Booking, RentCars (que pesquisa preços em várias locadoras) e Real Comparadora de Seguros! É só clicar nos banners abaixo:
E se estiver procurando hotel, que tal reservar pelo Booking?

________________________________________________________________________________


Continue nos acompanhando! Pra não perder nada, siga o @trilhasecantos no facebookInstagram e através de nosso feed

Nenhum comentário

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Back to Top