Monte Verde: o que fazer em um fim de semana

Começamos a frequentar Monte Verde em 2002, quando a cidade tinha uma ou duas galerias e a única rua asfaltada era a central. De lá pra cá, muita coisa mudou, mas ainda se mantém o clima de tranquilidade e aconchego de cidade pequena (aliás, Monte Verde não é cidade, mas distrito de Camanducaia).
Pedra Redonda - ao fundo, se avista o Vale do Paraíba
Aos poucos, fomos descobrindo outras atrações além de comer e ficar passeando pelas lojinhas do centro!!! Por isso, resolvi fazer uma lista do que fazer em Monte Verde, para quem vai pela primeira vez e também alguns pontos turísticos diferentes, para quem já conhece o básico:

O básico:

1) Trilhas para as Pedras: certamente este é o passeio mais imperdível de Monte Verde, já que a vila fica a uma altitude de 1555 e é rica em vistas incríveis. Em alguns pontos é possível observar a Pedra do Baú em Campos do Jordão, ou ainda o Vale do Paraíba.
Pedra Redonda
Há diversas trilhas para escalar as inúmeras pedras que existem na região: Chapéu do Bispo (2030 m)PlatôPedra Redonda (1990 m) (estas são as trilhas mais fáceis), Pedra Partida (2050 m) e Pico do Selado (2082 m)...
Há trilhas para diferentes preparos físicos, mas crianças pequenas e idosos geralmente podem ter dificuldades, afinal, são subidas para montanhas.
Já fizemos todas as trilhas e a minha favorita é da Pedra Redonda, pois leva cerca de meia hora para subir, não é uma trilha muito difícil e a vista é maravilhosa: de um dos pontos da pedra, há uma visão de 360 graus! Em resumo: é o melhor custo/benefício quando se pesa o esforço e a vista alcançada!
Trilha do chapéu do bispo - em 2009, quando o Léo ainda subia no colo!!!!
Pedra Partida é um pouco mais longa e por isso eu não recomendo para crianças. A trilha do Pico do Selado é a mais longa e mais difícil - leva-se cerca de 2 horas para chegar ao topo.
Se for passar só um final de semana lá, é bacana escolher uma das trilhas e começar ainda de manhã, assim terá o resto do dia para curtir a cidade! Ah, não é preciso ir com guia, pois as trilhas são bem sinalizadas!
Trilhas com trechos planos, subidas e descidas...
2) Trilha do Pinheiro Velho: esta é uma trilha curtinha e fácil que atravessa um bosque de araucárias e pinheiros no centro da cidade. No meio da trilha há uma fonte com água potável. A trilha termina em uma rua que tem uma loja de plaquinhas, todas com frases bem-humoradas! Você pode encomendar uma personalizada - geralmente eles fazem de um dia para outro.
Trilha do Pinheiro Velho
3) Lojas - um tour pela Avenida Monte Verde
Na avenida central de Monte Verde há muitas lojas e diversas galerias. Lojas de comidas e bebidas - onde você pode degustar queijos, geléias e cachaças. Há também cervejarias, chocolaterias, lojas de artesanato, sabonetes, roupas, botas, bolsas, acessórios... 
Avenida Monte Verde
Fiz uma listinha das minhas favoritas:
Na Mais Cor há peças em tear (tapetes, caminhos de mesa, jogos americanos...) de encher os olhos.
No Arsenal da Cerveja tem muitos rótulos diferentes, especialmente de microcervejarias nacionais
Na Pafúncio foi à Pé, você encontra camisetas divertidas (para crianças de todas as idades...).
Na Funivia, há marcas como Timberland e Columbia. 
Meu Pé com Meia vende, além de meias, pantufas, gorros e cachecóis. 
Essência de Minas vende sabonetes e aromatizadores artesanais por um preço bem bacana.
Orquídea tem os mais lindos produtos em Patchwork! Bem ao lado, do mesmo dono, há um café/chocolateria que tem sobremesas deliciosas como Apfelstrudel.
Avenida Monte Verde
Ah!! No Shopping Celeiro, há um lugar em que você precisa passar: uma loja de souvenir em que o dono é um entusiasta de temperaturas baixas! Ele teima que "Só na Rede Globo, Campos do Jordão só é mais frio que Monte Verde". Todo dia ele registra qual foi a temperatura mínima que ocorreu durante a madrugada e afixa na porta da loja!
Shopping Celeiro - com observação de esquilos e playground para a criançada!
Outro lugar que vale uma visita é a Casa dos Beija-flores - Tia Nata. O casal que mora nesta casa são os moradores mais antigos de Monte Verde. É possível visitar e, além de comprar as geléias caseiras, passear um pouco pelo jardim e observar os beija-flores que são muito fartos! A única coisa bem chata desta história é que a Tia Nata que há poucos anos ainda cozinhava lentamente as geléias, está muito doente (Mal de Alzheimer). A casa fica na rua do Café Pinhão, ao lado do antigo Café Beija Flor, que fechou há pouco tempo.
Enfim, isto é só uma pequena amostra do que tem por lá! Pra quem gosta de lojas, Monte Verde é um prato cheio!! 

4) Trutário
No Paulo das Trutas é possível visitar a criação de trutas e ver os peixes em diversos tamanhos. Às vezes, as crianças podem ajudar a alimentar os peixes! Há também um restaurante no local.

Além do básico...

4) Fazenda Esperança: A uma hora do centro de Monte Verde, é possível visitar esta fazenda e comer um típico almoço mineiro servido no fogão à lenha. Há uma trilha bem curtinha (idosos e crianças fazem, sem problemas) que leva até uma pequena queda d'água do Rio Jaguari. Da última vez que estivemos lá, o almoço custava 30,00 por pessoa (adulto). Se for feriado prolongado ou alta temporada, vale tentar reservar o almoço (contato: (11) 3280-1036).
Restaurante - Fazenda Esperança


























5)Trilhas das corredeiras do Itapuá
Este hotel fazenda, a cerca de 5 km do centro da vila, é cortado por um rio e há uma trilha margeando que também pode ser visitada por pessoas que não estão hospedadas lá (pagando-se uma taxa). Mas recomendo este passeio só se for ficar mais tempo na cidade - é bonito, mas nada excepcional.

6) Casa Velha: Mais um passeio para engordar em Monte Verde! Este restaurante familiar tem uma comida caseira muito gostosa! Além disso, eles também criam trutas e permitem visitar o trutário! O lugar é muito agradável e fica no bairro de Bom Jardim. O caminho até o restaurante é bucólico e muito bonito. Bem próxima ao Casa Velha, há uma venda/padaria onde você encontrará os deliciosos "palmieri" ou biscoitos folheados, feitos artesanalmente. Os recadinhos na porta da padaria mostram que é um lugar muito familiar e que as pessoas que lá vivem têm laços muito especiais. Uma vez, havia um cartaz informando sobre a mudança de local de um casamento - ou seja: o bairro todo tinha sido convidado! Em bom jardim há também uma escola Waldorf que, infelizmente, ainda não consegui visitar.

Além destes passeios, as cavalgadas costumam fazer a alegria da criançada. Aos finais de semana, você mal entra na cidade e os guias já te abordam, oferecendo passeios a cavalo.
Outro programa que até os adolescentes curtem é a Patinação no gelo, que também fica na Avenida Monte Verde.
Por lá, também irão te oferecer passeios de 4X4. É bom saber que por mais que a maioria das ruas não seja asfaltada, os veículos levam em muitos lugares que carros comuns de passeio transitam tranquilamente. Se quiser fazer um destes passeios, escolha algo mais afastado da cidade, ou um pulo até a vizinha Gonçalves.

Outra opção é alugar um quadriciclo ou moto e circular pelas ruas mais afastadas, que sobem às montanhas! Um trajeto bacana (mas que também pode ser feito de carro ou cavalo) é subir em direção ao hotel Meissner Hof e observar a capelinha construída sobre uma rocha e a cascata que passa ao lado do terreno do hotel. A uma pequena caminhada de distância há uma cascata na rua da Siriema (onde fica a pousada Bramasole).

Mais uma ideia de caminho é pela Avenida das Montanhas. Procure lá pela Pousada Viviê e veja o avião que foi transformado em um ambiente arrojado!
Onde? Como Chegar?
Monte Verde fica a 163 km de São Paulo, 158 de Campinas e 488 km de Belo Horizonte. O acesso é pela Rodovia Fernão Dias e em Camanducaia, pega-se uma serra cheia de curvas! Há poucos anos, a serra foi asfaltada, tornando a viagem mais rápida! Há até um aeroporto em Monte Verde, mas pelo jeito, só pousam aviões particulares bem pequenos!

Onde ficar:
Há muitas opções, desde acomodações simples até pousadas de charme. Você pode escolher entre um chaléhotelpousada ou ainda aluguel de temporada. Mas fique esperto(a): inúmeras pousadas em Monte Verde cobram pelo uso da estrutura de lazer (sauna, hidro, etc.) e não avisam nada nem no site, nem no momento da reserva! 
Se estiver procurando hospedagem em Monte Verde, faça pelo Booking através de nossa parceria. Você não paga nada a mais e nós ganhamos uma pequena comissão! É só seguir este link aqui para ver as opções!

O que levar:
Dinheiro!!!! A maioria das lojas aceita cartão, mas se você precisar pagar algo com dinheiro, é bom saber que em Monte Verde não tem banco 24 hs, apenas uma agência do Bradesco. Havia um Banco do Brasil, mas fechou há alguns anos. Caso queira, pode sacar em Camanducaia, que fica no caminho!
Casacos: Por ser uma região de montanha, até no verão é preciso levar blusa, no caso, mais leve. Mesmo que o dia esteja ensolarado, pode ser preciso um agasalho nas trilhas, porque no alto das pedras venta bastante!

Para mais informações sobre as trilhas de Monte Verde, veja este site aqui!! 
Já está nos seguindoFique por dentro de todas as novidades, acompanhando nossas redes sociais: FACEBOOKINSTAGRAMGOOGLE + e TWITTER

17 comentários

  1. Melhor página falando sobre as trilhas de Monte Verde que achei até agora. Parabéns!! Achei quase tudo que eu estava procurando. Só faltou indicar os locais de acesso às trilhas.

    ResponderExcluir
  2. Rafael, muito obrigada! Achei ótima sua observação!!! A maioria das trilhas, você acessa pela Avenida das Montanhas (é bem conhecida por lá...). Há dois pontos diferentes em que você pode acessar. Um deles é pelo Star Bar, e há um outro ponto em que não há bar/lanchonete, apenas um estacionamento. Só tome cuidado, porque uma vez nos distraímos e fizemos a besteira de subir por uma trilha e descer por outra (e nosso carro tinha ficado em outro local...). Vou tentar encontrar estes pontos no mapa e inserir estas informações no post!

    ResponderExcluir
  3. Que post maravilhoso e completo. Fui para Monte Verde uma vez e fiquei meio perdida sem saber o que fazer, pena que não tinha este post para me guiar. Lindas fotos.
    Tati

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hehehe Obrigada, Tati! Agora vai ter que voltar pra lá!!! Bjs

      Excluir
  4. Monte Verde é um dos lugares em que mais gosto de ir quando ~não estou encalhada~ haha. Ainda não tenho coragem de ir até o Pico do Selado, mas a Pedra Partida tem uma vista incrível!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Talita, fui só uma vez ao Pico do Selado!!! Não é tãaaao difícil assim, não...

      Excluir
  5. Que charme! Amei a dica. Já tinha ouvido falar de Monte Verde, mas nunca havia visto imagens!

    ResponderExcluir
  6. Esse post está tudo de bom! Adorei, muitas dicas bacanas e olha que eu já fui várias vezes pra Monte Verde, não conhecia algumas coisas! Adorei a dica do restaurante, numa próxima irei com certeza. Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou, Guaciara! Vá conhecer a Fazenda Esperança e o Casa Velha também! Comida mineira....hmmm... vai adorar!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Nossa, eu ando cheia de vontade de Minas ultimamente e esse seu post com fotos tão bonitas só aumentou minha vontade! Lindas imagens Lili! ;)

    ResponderExcluir
  9. Que lugar legal! Confesso que ainda não tinha pesquisado sobre ele, e depois de ler aqui, me sinto íntima hehehe. Vou visitar com certeza e seguir suas dicas! Adorei! Beijos, Julia

    ResponderExcluir
  10. Adoro esses posts cheios de detalhes e informacoes!!! Amei saber das trilhas!!! Vou ter q colocar Monte Verde logo na minha lista

    ResponderExcluir
  11. Parabéns!!! Amei as dicas ....vc poderia me indicar alguma pousada, hotel...que aceita cachorros?

    ResponderExcluir
  12. que delícia de lugar e bem perto de SP sem ser carérrimo como Campos do Jordão.Boa dica !

    ResponderExcluir
  13. que delícia de lugar e bem perto de SP sem ser carérrimo como Campos do Jordão.Boa dica !

    ResponderExcluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Back to Top