Blumenau e região: o que fazer com crianças

Blumenau foi a primeira parada de nossa roadtrip pelo sul, no inverno de 2014. Foram 7 horas de estrada e já chegamos ao nosso hotel na hora do café da tarde. Bem propício, pois a confeitaria do hotel é a melhor atração de Blumenau (exageros à parte, eu adorei...). 
Parque Vila Germânica
Após o café da tarde e um descanso, fomos em direção à Vila Germânica, onde ocorre a Oktoberfest, para a happy hour. O local imita uma cidadezinha alemã e realmente é uma graça.
Fora do período da festa, o lugar não é dos mais movimentados, mas há bons restaurantes e lojas de souvenirs. Foi lá que assistimos à Final da Copa do Mundo e não vimos sequer um torcedor da Argentina!!
À esquerda, eu e o Léo no Parque Vila Germânica. À direita, Eduardo e Léo em frente ao Museu da Cerveja
Na cidade de Blumenau, visitamos também alguns museus que têm entrada gratuita, como o Museu da Cerveja e a Museu da Família Colonial, antiga casa do Dr. Blumenau (fundador da cidade), com o cemitério de gatos ao fundo, feito pela última moradora da casa - a sobrinha-neta do Dr. Blumenau - para sepultar seus animais de estimação. 
Neste museu é possível visualizar como era a vida dos primeiros imigrantes alemães na região. Achei bem interessante! Além destes, há outros museus a serem visitados, que você pode conferir neste site.


Em Pomerode, a 32 quilômetros de Blumenau, visitamos o Zoológico e gostei da visita, especialmente na parte das aves, onde há um viveiro gigante em que pudemos entrar.


Já o Léo adorou o serpentário, a girafa e o hipopótamo. Em geral, eu não sou muito fã de zoológicos, mas as crianças adoram e achei este bem legal! O zoo foi fundado na década de 30 e foi o primeiro zoológico privado fundado no sul do Brasil. Aqui neste site você encontrará mais informações.
Serpentário - Ai que medo!!!


Chimpanzé - nosso parente próximo!!
Para as crianças mais crescidinhas (acima de 18 anos, tá?) há a Schornstein, microcervejaria das melhores! Aliás, a região tem muitas outras e há um roteiro específico para quem gosta de apreciar esta bebida.
Também em Pomerode, seguimos a rota das casas enxaimel. É um estilo de construção que se encontra muito em casas alemãs mais antigas, e foi bastante copiado pelos imigrantes alemães. Aliás, eles conservam muitas tradições, como cantar "Ein Prosit" nas comemorações, exatamente como se faz na Oktoberfest de Munique.
A bandeira alemã ao lado da brasileira!

Casa em estilo enxaimel - com madeira aparente

Algumas dicas sobre Blumenau:

Onde comprar:

Em Blumenau e região há muitas confecções e, por isso, muitas lojas de fábricas e outlets. Fomos conhecer o da Altenburg, mas acabei não comprando nada, pois achei que os preços não eram de outlet... Já na loja da Kily, em Pomerode, achei uma boa para comprar roupas infantis. Também existem excursões para a cidade de Brusque (conhecida como a cidade onde viveu Santa Paulina) para comprar roupas.

Onde comer:

Ficamos 3 noites em Blumenau, sendo que jantamos na Vila Germânica (há dois restaurantes, com diversos pratos da cozinha alemã) no restaurante Funiculi Funiculá (de massas, meu favorito) e também experimentamos a pizza do Mortadela


Onde ficar:

Nos hospedamos no Hotel Glória e eu recomendo. O único inconveniente (#sqn) é acordar todo dia com um aroma irresistível de pães e bolos recém-assados... 


- Enfim, para ser beeem sincera, eu não recomendaria um passeio apenas para Blumenau, mas conciliando com outras cidades, como fizemos, foi bacana! De lá seguimos para São Joaquim e depois para Urubici.

- Um montão de gente aqui de São Paulo visita Blumenau como uma parada, para ir ao Parque do Beto Carrero, mas desta vez não colocamos este parque em nosso roteiro. Quem sabe na próxima?


E aí, já curtiu nossa página no facebook? Segue nosso Instagram? Passe lá!!!!
Assine nosso feed! Assim você fica por dentro de nossas postagens!

5 comentários

  1. Adorei os comentários. Obrigada por compartilhar. ;)
    Síbia Bozetti

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso relato! Adorei. Obrigada por compartilhar a experiência!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Jessica! Que bom que gostou! Um abraço!!!

      Excluir
  3. Adorei seu comentário sincero no final... Estou morando em Joinville, e é um passeio que eu recomendo pra quem está por aqui. Também acho que não vale a pena despencar de SP só pra conhecer Blumenau e arredores. Já a Oktoberfest é sensacional, isso que fui com um bebê de 1 no e 2 meses e foi ótimo, nos divertimos muito. Esse evento vale a pena. Abraço!

    ResponderExcluir

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo