Montanhas Rochosas no Canadá - Jasper National Park

Entre as principais cidades das Montanhas Rochosas, Jasper é definida como uma cidade mais "low profile" que Banff. Pode crer: se você procurar por imagens de "Jasper" no google, aparecerão mais ocorrências do personagem do filme Crepúsculo do que desta cidade no estado de Alberta. Mas vale muito a pena acrescentá-la a um roteiro nas rochosas. Afinal, a Spirit Island, no Maligne Lake, está estampada na capa de muitos guias canadenses!
Esta ilhota minúscula é a famosa Spirit Island
Passamos duas noites nesta cidade tranquila, rodeada de atrações tão lindas quanto as que existem em Banff. O que eu mais desejava fazer por aqui era o passeio de barco pelo lago Maligne, e o que mais viesse seria lucro! Mas ainda visitamos vários outros pontos de interesse, como eu conto a seguir:
Jasper, Alberta
Navegando nas águas tranquilas do Maligne Lake

Cruzeiro no Maligne Lake

Sem dúvida, este é o passeio mais lindo que há na região (eu arriscaria dizer que foi o mais bonito que fiz em todos os dias nas Rochosas). Existem alguns horários ao longo do dia, mas em geral não é necessário comprar com muita antecedência. O pior que pode acontecer é chegar lá e ter que esperar até o próximo horário, que foi o nosso caso. O passeio tem a duração de 90 minutos e o barco faz uma parada bem próxima à Spirit Island, um dos cartões postais mais manjados do Canadá. 
Maligne Lake


Parque Nacional de Jasper
Maligne Lake


Maligne Lake
Spirit Island


Spirit Island
O passeio é guiado e, enquanto navegávamos calmamente, a guia explicava sobre peculiaridades da região, e nos contava que é possível acampar em uma outra extremidade do lago, mas para isso é preciso remar por mais de 20 horas!
Pessoal animado remando - será que vão acampar?

Aluguel de caiaques
Aqui se alugam caiaques
Uma coisa importante é que se você também deseja fazer a navegação no lago, deve ir entre maio (quando o gelo está terminando de derreter) até meados de outubro (quando começa a se formar uma camada de gelo novamente).
Nesta página do Maligne Lake, há os horários em que saem os cruzeiros, e outras informações.
No caminho da cidade de Jasper até o Maligne Lake, não deixe de observar o Medicine Lake. Isto se você for no verão, pois este lago pode "sumir" durante o outono e inverno, em que as águas de degelo não são suficientes para dar conta de uma espécie de "drenagem" que existe no lago. Quer saber mais? Veja aqui!


Maligne River


Voltando do cruzeiro, passamos pelo Maligne River, típico rio de degelo. Fui inventar de colocar os pés nele e não aguentei mais que poucos segundos... Ao longo do rio, há pontos de pique-nique e camping. Foi em um ponto neste rio que vimos dois veados (red tale deer) tomando água. Ao ver o carro se aproximando na estrada, eles saíram em disparada!
Águas gélidas do Maligne River

Maligne Cannyon

Os cânions do Rio Maligne podem chegar a 50 metros de profundidade. Em alguns lugares à sombra, ainda havia gelo em pleno mês de julho. A trilha é bem tranquila e em alguns pontos, há uma passarela (não muito recomendada para quem tem acrofobia).
Cânions do Rio Maligne
Por que o nome "Maligne"?
Me lembro que no nosso tour pelo lago, a guia explicou que o nome foi dado por um francês. Isso era tudo que eu recordava, então fui procurar, né? O francês era Pierre-Jean De Smet, que deu este nome por achar as águas do Rio Maligne turbulentas, quando o conheceu na primavera.


Athabasca Falls


Esta atração fica na Icefields Parkway, bem próxima a Jasper (32 km). Como ficava no caminho, visitamos em nosso trajeto para Jasper.
O curso da água mudou, deixando estes "canions", por onde se pode caminhar
O que mais impressiona ali é a força da água: ao longo do tempo, foram se moldando caminhos diferentes e alguns cursos foram "abandonados" permitindo que hoje possamos caminhar por onde o rio passava.
À esquerda, a queda de 23 metros e à direita, o Rio Athabasca

Pyramid e Patricia Lake

Estes lagos ficam pertinho da cidade e são uma boa opção de passeio ao final da tarde. Ali, os locais costumam ler, relaxar ou simplesmente bater um papo. E parecem não se cansar da linda paisagem! No caminho para o Pyramid, avistamos um urso preto. Na volta, havia uma guarda florestal (armada) no local, mas o urso já tinha ido (#partiufloresta).
Pyramid Lake

Vida Selvagem

Jasper também é um bom local para ver animais selvagens. Porém, não crie muitas expectativas de ver ursos pardos. O dono da pousada em que ficamos, nos contou que, depois de se mudar para Jasper, demorou vários anos para ver um. No entanto, ele disse que é comum se deparar com cervos pastando em seu jardim!! Para saber um pouco mais sobre os ursos, veja este post sobre Banff.

Estas foram as atrações visitadas em Jasper, no verão. No outono e no inverno, é possível até ver o fenômeno da aurora boreal, além de esquiar e praticar ice walk (caminhada no gelo). Se quiser se aprofundar no assunto, visite a página do Parks Canadá.  


E aí, conhece Jasper ou tem vontade de conhecer? Vamos trocar ideias! Deixe um comentário!!!

Procure aqui um hotel em Jasper!!

Já curtiu nossa página no facebook?

Nenhum comentário

Trilhas e Cantos. Tecnologia do Blogger.
Topo